Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Voo tem feridos por turbulência e declaração de emergência por pouco combustível

Avião da United que saiu de Tel Aviv para Newark desviou para Orange County, nos Estados Unidos, após passageiros se ferirem com turbulência. Comandante ainda declarou emergência pela baixa quantidade de combustível

Luiz Fara Monteiro|Luiz Fara Monteiro e Luiz Fará Monteiro

Boeing 787-10, da United: feridos por turbulência e pouco combustível
Boeing 787-10, da United: feridos por turbulência e pouco combustível Boeing 787-10, da United: feridos por turbulência e pouco combustível (New Windsor EMS)

Um voo que decolou de Tel Aviv, em Israel, nesta sexta-feira (29), rumo ao Aeroporto Internacional de Newark, nos Estados Unidos, enfrentou uma forte turbulência quando se preparava para pousar.

Com pouco combustível e temendo uma nova turbulência intensa, o comandante declarou emergência e optou por desviar o Boeing 787-10 Dreamliner para Orange County, Nova York, que apresentava condições meteorológicas mais favoráveis. A companhia aérea não explicou o motivo da baixa quantidade de combustível, embora na aviação seja praxe as aeronaves decolarem com uma sobra significativa para casos de desvios ou órbitas, quando o avião precisa dar voltas antes de receber autorização para o pouso.

Ouça os diálogos entre a tripulação e o Controle de Tráfego Aéreo (ATC) no link abaixo.

Vários dos 312 passageiros a bordo precisaram passar por uma triagem médica após o pouso e 7 foram levados ao hospital. De acordo com relatos de autoridades locais, ninguém se feriu com gravidade. O incidente ocorreu por volta das 18h45 - horário local - desta sexta-feira, informa reportagem da rede ABC.

Publicidade

O Eyewitness News foi informado de que o avião foi autorizado a pousar em Newark após seu vôo de 11 horas de Israel, mas os pilotos decidiram pelo desvio quando já estavam a cerca de 250 metros do solo, assim que enfrentaram a rajada de vento. 

O piloto relatou aos controladores de tráfego aéreo que o avião havia experimentado uma “tesoura de vento” (wind shear), que é uma mudança repentina na direção do vento, e decidiram abortar o pouso.

Publicidade

Os passageiros relataram que começaram a temer o pior quando o voo rotineiro se tornou uma espécie de montanha-russa.

Com pouco combustível, os pilotos desviaram para o Aeroporto Internacional Stewart, em Newburgh, onde os paramédicos atenderam cerca de 30 pessoas que passaram mal em voo.

Publicidade

Sete passageiros foram levados para Montefiore St. Luke's Cornwall com ferimentos leves, de acordo com New Windsor EMS.

“Tínhamos 320 pessoas no avião”, disse Michael Bigg, do New Windsor EMS. “Avaliamos cerca de 30 pessoas e transportamos sete para o hospital local para observação, sem ferimentos graves”.

O Boeing 787 Dreamliner foi reabastecido e retornou à operação para Newark.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.