Logo R7.com
Logo do PlayPlus
O que é que eu faço Sophia
Publicidade

Estar desempregado dá direito a receber o Auxílio Brasil?

Leitora diz que está sem emprego, mas que marido está trabalhando. Ela quer saber se pode pedir o benefício

O que é que eu faço Sophia|Sophia Camargo, do R7 e Sophia Camargo

O programa paga atualmente R$ 400
O programa paga atualmente R$ 400 O programa paga atualmente R$ 400
Estou desempregada%2C mas meu marido trabalha. Tenho direito a receber o Auxílio Brasil%3F

(Pergunta da internauta Liliane L.)

Resposta: O fato de estar desempregada não dá automaticamente o direito de receber o Auxílio Brasil, programa que substituiu o Bolsa Família. As famílias precisam cumprir algumas condições para ter direito ao benefício. São elas:

1) Renda

A primeira regra é a da renda: só podem receber o auxílio famílias com renda mensal per capita (por integrante) de até R$ 200, assim divididos:

Famílias em situação de extrema pobreza – aquelas que têm renda familiar mensal per capita de até R$ 100,00;

Publicidade

Famílias em situação de pobreza – aquelas que têm renda familiar mensal per capita entre R$ 100,01 e R$ 200,00.

2) Cadastro Único

Publicidade

A segunda regra é estar com o cadastro atualizado no CadÚnico.

Veja como se inscrever no CadÚnico

Publicidade

O Ministério da Cidadania informa que o ingresso de famílias e a sua permanência no Auxílio Brasil ocorrerão com o registro de seus integrantes no Cadastro Único, desde que apresentem dados cadastrais atualizados e perfil para participar do programa.

Mas o fato de a família estar inscrita no Cadastro Único, ter o cadastro atualizado e ser elegível ao programa também não resulta na imediata concessão dos benefícios do Auxílio Brasil. "Não existe um prazo definido para a realização dessa concessão", informa o ministério.

Qual o valor do benefício?

A partir desta terça-feira (18), cada família receberá um repasse mínimo de R$ 400. O investimento total para os pagamentos supera R$ 7,1 bilhões. Os estados com maior número de famílias inscritas no programa são a Bahia, com 2,16 milhões, seguida por São Paulo (2,14 milhões), Pernambuco (1,39 milhão), Minas Gerais (1,38 milhão), Rio de Janeiro (1,28 milhão) e Ceará (1,27 milhão).

Confira o calendário de pagamento para 2022

O calendário de pagamento de 2022 começou nesta terça-feira (18).

Para saber em que dia o benefício fica disponível para saque ou crédito em conta bancária, a família deve observar o último dígito do NIS (Número de Identificação Social), impresso no cartão de cada titular. Para cada final do NIS há uma data correspondente (confira o calendário abaixo).

__________________________

Tem alguma dúvida sobre economia, dinheiro, direitos e tudo o mais que mexe com o seu bolso? Envie suas perguntas para a coluna “O que é que eu faço, Sophia?” pelo e-mail sophiacamargo@r7.com.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.