Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Record News
Publicidade

Estúdio News fala sobre ‘economia da solidão’ neste sábado (1°)

O programa da RECORD NEWS vai ao ar aos sábados, aos 22h30; saiba mais

Record News|Do R7

Ana Carolina Souza, Bruno Portela e Gustavo Toledo
Ana Carolina Souza, Bruno Portela e Gustavo Toledo (Divulgação/RECORD)

O Instituto Gallup e a companhia Meta apuraram recentemente que 24% da população mundial se sente sozinha. O tema ganha espaço no debate do Estúdio News deste sábado (1°), a partir das 22h30, na RECORD NEWS.

Ao longo dos últimos anos, o fenômeno “economia da solidão” tem se tornado um novo padrão no modo de vida da sociedade. De um lado os que se sentem sós mesmo com pessoas ao seu redor e de outro aos que optam pela solitude.

A neurocientista da Nêmesis, Ana Carolina Souza, explica que fomos nos distanciando da lógica de comunidade onde há dependência de várias pessoas, bem como o convívio, tanto no modelo de família quanto no trabalho.

“Conforme a gente vai podendo trabalhar de forma mais isolada, diminuindo o contato com a família, se distanciando dos amigos, isso vai favorecendo esse processo de solitude ou de solidão”, diz Ana.

Publicidade

Bruno Portela, professor da Fundação Dom Cabral, ressalta que há pessoas que vivem sozinhas por uma série de razões, seja por opção, escolha, determinação do destino ou de circunstâncias socioculturais.

Segundo Bruno, as pessoas estão cada vez mais individualistas, o professor aponta que entre as estatísticas estão a produção de alimentos em porções individuais, diferentes tipos de alimentação em uma casa, escolha de conteúdos no streaming e comércio eletrônico, além da prática de esportes como a corrida, que depende apenas de uma única pessoa.

Publicidade

Fazer tudo o tempo todo sozinho pode prejudicar as habilidades sociais e de comunicação.

“O cérebro se adapta profundamente, isso faz com que eu geralmente faça tudo sozinho para garantir que seja do meu jeito, na hora que eu quero, no lugar que eu quero. Para exercitar as habilidades sociais precisamos negociar com as pessoas, as necessidades, conciliar, ceder, trocar com outras pessoas”, ressalta a neurocientista.

Publicidade

O professor da Fundação Dom Cabral conta que, no Brasil, a solidão está mais presente nas faixas etárias mais maduras, porém aplaca muitos jovens e traz preocupação.

“Às vezes, há famílias fragmentadas, pais se dedicando muito tempo ao trabalho, outros afazeres, outras atividades e por mais que os jovens tenham acesso a todo tipo de sociabilização digital, não substitui essa relação. Os jovens estão cada vez mais carentes desse tipo de reunião, acolhimento, afago e estão buscando relações cada vez mais frívolas e mais distantes pelo simulacro dos meios digitais”, alerta Bruno.

O Estúdio News vai ao ar aos sábados, às 22h30. A RECORD NEWS é sintonizada pelos canais de TV fechada 586 Vivo TV, 14 Oi TV, 578 Claro, 419 Sky e 2038 Samsung TV Plus, além do canal 42.1 em São Paulo e demais canais da TV aberta em todo o Brasil.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.