Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Barroso dá 10 dias para que governo de SP se manifeste sobre o uso de câmeras corporais em policiais

Defensoria Pública de São Paulo pede à corte que suspenda a liminar que desobriga o uso das câmeras

Record News|

Após a “Operação Verão”, realizada na Baixada Santista, deixar 45 mortos e se tornar a ação policial mais letal após o massacre do Carandiru, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, deu um prazo de 10 dias para que o governo de São Paulo se manifeste sobre o uso e obrigatoriedade das câmeras corporais dos agentes da polícia. No final do ano passado, Barroso havia rejeitado o pedido de suspensão da liminar que desobriga a presença das câmeras, argumentando que o STF só poderia intervir antes de uma decisão final da Justiça comum em situações excepcionais.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.