Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

'Conduta da polícia foi totalmente equivocada', diz advogado sobre morte de motorista de aplicativo

Fernando Sastre de Andrade Filho estava dirigindo o veículo de luxo, que provocou o acidente e foi retirado do local pela família

Record News|

Um carro de luxo bateu na traseira do automóvel, na madrugada deste domingo (31), no Tatuapé, zona leste de São Paulo, e provocou a morte do motorista de aplicativo Ornaldo da Silva Viana, de 52 anos. Fernando Sastre de Andrade Filho, de 24, estava dirigindo a Porsche e foi retirado do local do acidente por sua família para receber atendimento médico, autorizado pelos policiais que estavam na ocorrência. Porém, quando os agentes foram até a unidade hospitalar para ouvir a versão do motorista e tentar realizar o teste do bafômetro, foram informados que o rapaz não havia dado entrada. O professor de Direito da FGV-Rio, Carlos Wehrs, afirmou que essa conduta foi “totalmente equivocada”.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.