Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Trump alega não ter dinheiro para pagar fiança de R$ 2,3 bilhões em condenação por fraude empresarial

Defesa apela para redução do valor; caso não aprovada, propriedades do ex-presidente serão confiscadas

Record News|

Condenado em fevereiro deste ano por fraudar balanços bancários de suas empresas, visando melhores oportunidades de empréstimo e negociações, a defesa de Donald Trump alegou nesta terça-feira (19) que o valor da fiança do caso é excessivo; e propôs o pagamento de aproximadamente um quarto do valor total (100 milhões de dólares, ou R$ 501 milhões na cotação atual). Segundo Felipe Vidal, analista de Relações Internacionais, esta é uma estratégia em que “Donald Trump está tentando envolver eleitores ao afirmar que não tem dinheiro para pagar fiança”. O especialista ainda reforça que, por lei, o pagamento deve ser feito mesmo que sem condições. Portanto, a partir da alegação da defesa do ex-presidente, seus bens patrimoniais poderão ser confiscados para liquidar parte do valor da fiança.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.