Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Caso não justifique estada na embaixada, Bolsonaro pode até ter prisão pedida por STF, diz advogado

Ex-presidente tem 48 horas para informar ao Supremo Tribunal Federal porque ficou hospedado na embaixada da Hungria

Record News|

Imagens de câmeras de segurança divulgadas pelo jornal americano The New York Times, nesta terça-feira (26), revelam que o ex-presidente Jair Bolsonaro se hospedou na embaixada da Hungria entre os dias 12 e 14 de fevereiro.

A permanência na embaixada ocorreu quatro dias após o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Alexandre de Moraes, solicitar a apreensão do passaporte do ex-presidente por conta da suspeita de que Bolsonaro tinha a intenção de dar um golpe de estado no Brasil.

A defesa do ex-presidente confirmou que ele estava na embaixada e Moraes deu até 48 horas para justificativa.

O professor de direito constitucional da Universidade Federal Fluminense, Gustavo Sampaio, acredita que a justificativa de Bolsonaro será que o objetivo da visita era discutir a conjuntura política dos dois países com o líder da Hungria, por conta da ideologia similar de ambos.

O professor ainda alertou que, caso o político não se justifique, ele corre o risco de ter pedido de prisão preventiva expedido.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.