Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Renda Extra
Publicidade

Simulador ajuda a avaliar as melhores opções de empréstimo do mercado

Calculadora mostra o valor das parcelas de acordo com o número de prestações e as taxas dos principais bancos 

Renda Extra|Do R7

Simulador ajuda a avaliar um empréstimo
Simulador ajuda a avaliar um empréstimo Simulador ajuda a avaliar um empréstimo

O R7, em parceria com o Educando Seu Bolso, lançou simuladores para ajudar nas finanças pessoais do dia a dia. Uma das ferramentas ajuda a planejar um empréstimo de dinheiro em instituições financeiras. O Simulador de Empréstimo calcula o valor das parcelas, de acordo com o número de prestações desejado, e a taxa de juros de vários bancos.

O consumidor poderá comparar as melhores opções de empréstimo do mercado. A simulação é feita com as taxa de juros de vários bancos, como Caixa, Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Santander, Safra, Banrisul, Inter, Banpará, entre outros.

Para usar a calculadora de empréstimos, basta clicar na home de Renda Extra, do R7, em seguida o item Simuladores, e Empréstimo (https://renda-extra.r7.com/emprestimo), e seguir o passo a passo.

O consumidor preenche com os dados sobre o valor do empréstimo que ele deseja, por quantos meses pretende pagar.

Publicidade
Simulador que pode ser acessado por meio da home de Renda Extra, do R7
Simulador que pode ser acessado por meio da home de Renda Extra, do R7 Simulador que pode ser acessado por meio da home de Renda Extra, do R7

Redução dos juros

O Copom (Comitê de Política Monetária), do BC (Banco Central), decidiu na última quarta-feira (2) cortar em 0,5 ponto percentual a taxa básica de juros da economia brasileira, que passou para R$ 13,25% ao ano. É o primeiro corte, após três anos, da taxa Selic, que estava estacionada em 13,75% desde agosto do ano passado.

Após a decisão, o Banco do Brasil e a Caixa anunciaram a redução nas suas taxas de juros. Segundo o BB, no banco a redução de juros pode chegar até 10 pontos percentuais ao mês, conforme as características da linha.

Publicidade

Para pessoa física, diz o BB, os juros estão mais atrativos nas linhas de crédito consignado, automático, salário, benefício, renovação e 13º salário, com destaque para a redução no consignado INSS. Nessa modalidade, a taxa passará de 1,81% para 1,77% ao mês, na faixa mínima, e de 1,95% para 1,89% ao mês, no patamar máximo.

A Caixa afirmou que vai reduzir as taxas de juros do crédito consignado para beneficiários e pensionistas do INSS, que passa de 1,74% para a partir de 1,7% ao mês, o que representa uma redução total de 2,3%.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.