Rio de Janeiro Baixa procura faz Rio prorrogar vacinação de crianças com comorbidades

Baixa procura faz Rio prorrogar vacinação de crianças com comorbidades

Vacina Pfizer infantil segue disponível em unidades de saúde para público com idade entre 6 meses e 4 anos 

  • Rio de Janeiro | Da Agência Brasil

Vacinação de crianças com comorbidades foi prorrogada no Rio

Vacinação de crianças com comorbidades foi prorrogada no Rio

José Cruz/Agência Brasil

A SMS-Rio (Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro) prorrogou até sexta-feira (25) a vacinação contra a Covid-19 para crianças de 6 meses a 4 anos com comorbidades ou deficiência. A baixa procura do serviço nos postos de saúde tem levado a secretaria a prorrogar os prazos. A vacina Pfizer infantil, destinada a esse público, segue disponível em unidades de saúde específicas, das 8h às 17h.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, o número inicial é muito abaixo do esperado. “Nós, aqui da secretaria, fazemos esse apelo e pedimos que os pais lembrem de vacinar as crianças, que levem seus filhos para se imunizar. É importante lembrar ainda que a dose da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos sem comorbidades segue disponível nos postos de saúde.”

Para que a criança seja vacinada, o responsável deverá apresentar comprovante (exames, receitas, relatório médico, prescrição médica e outros documentos) que demonstrem que ela pertence a um dos grupos de comorbidades prioritárias para a vacinação.

A relação dos tipos de comorbidade e os endereços das unidades indicadas podem ser consultados no site da prefeitura.

Últimas