Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Central nuclear em Angra dos Reis passará por simulação de emergência

Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República é responsável pela coordenação da atividade

Rio de Janeiro|Bruna Lima, do R7, em Brasília

População vai participar de simulação
População vai participar de simulação População vai participar de simulação

A central nuclear em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, passará por um exercício simulado de emergência entre 15 e 18 de agosto. O plano é voltado à proteção da população, do meio ambiente, das usinas nucleares e dos trabalhadores e tem a intenção de avaliar se as respostas serão eficientes, em caso de necessidade, e identificar questões que precisam ser melhoradas. A ideia também é que a população saiba como agir em caso de emergência e, por isso, as ações envolvem participação social. 

"Trata-se de uma operação complexa, que envolve várias entidades civis e militares. O simulado prevê a mobilização de uma rede de cerca de 60 instituições, com centenas de profissionais, nos três níveis de governo: municipal, estadual e federal", detalha a Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto (CNAAA). A coordenação fica a cargo do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República e há previsão de acompanhamento do ministro da pasta, general Marcos Antonio Amaro dos Santos.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

As atividades práticas de simulação preveem ativação do sistema de alerta e alarme por sirenes, remoção de radioacidentado por aeronave, distribuição de kits de iodeto de potássio, retirada de parcela da população, além de coleta de amostras de solo, ar, água e vegetação. "O cenário é composto por eventos que possibilitem atingir as diversas classificações de emergência e níveis de segurança física nuclear", diz a instituição.

Para a simulação, dois hospitais de campanha foram montados pela Marinha e pelo Exército. Além de servirem para o plano, as unidades de saúde poderão ser usadas pela população da Costa Verde. Há serviços de dermatologia, pediatria, clínica geral, ginecologia e odontologia. Os atendimentos ocorrerão por ordem de chegada. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.