Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Dançarino de funk é morto durante ação da PM em Niterói (RJ)

Família de Matheus Bruno dos Santos, de 23 anos, afirma que jovem foi atingido por agentes na comunidade da Otto

Rio de Janeiro|Victor Tozo*, do R7, com Record TV Rio

Matheus Bruno morreu após ser baleado na comunidade da Otto, em Niterói
Matheus Bruno morreu após ser baleado na comunidade da Otto, em Niterói Matheus Bruno morreu após ser baleado na comunidade da Otto, em Niterói

Um dançarino de funk foi morto durante uma ação da Polícia Militar na comunidade da Otto, em Niterói, na região metropolitana do Rio, na noite de segunda-feira (19). A família de Matheus Bruno dos Santos Cardoso, de 23 anos, afirma que o jovem foi atingido por agentes e que não havia confronto no local.

A PM declarou que policiais do 12º BPM (Niterói) foram até a av. Professor João Brasil, no Fonseca, após serem informados de que criminosos iriam realizar um roubo na região. Lá, os agentes teriam sido atacados por homens armados, havendo confronto.

Segundo a corporação, após o fim dos disparos, um homem foi encontrado ferido e levado ao Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói. Na ação, uma pistola e um rádio comunicador foram apreendidos, de acordo com a PM.

Parentes de Matheus dizem, no entanto, que não havia conflito na região e que os policiais chegaram na comunidade atirando. Segundo a família, o jovem não possuía antecedentes criminais e, além de dançar, também atuava em uma websérie.

Publicidade

O corpo de Matheus será sepultado nesta quarta (21), às 17h, no cemitério do Maruí, em Niterói. O velório está previsto para começar às 15h.

O comando do 12º BPM (Niterói), foi aberto um procedimento apuratório para averiguar a conduta dos agentes envolvidos na ocorrência. Além disso, as circunstâncias da ação também são investigadas pela Polícia Civil, através da 76ªDP (Niterói).

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.