Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Família doa órgãos de menina morta por bala perdida; corpo será velado nesta segunda

Morte cerebral de Larrissa de Carvalho foi confirmada no domingo

Rio de Janeiro|Do R7

Larissa de Carvalho foi baleada em porta de restaurante em Bangu
Larissa de Carvalho foi baleada em porta de restaurante em Bangu Larissa de Carvalho foi baleada em porta de restaurante em Bangu

A família de Larissa de Carvalho, de 4 anos, resolveu doar os órgãos da menina após a morte cerebral dela ser confirmada. Larissa morreu após ser atingida por uma bala perdida na porta de um restaurante, em Bangu, zona oeste do Rio, no sábado (17). Segundo a coordenação do Programa Estadual de Transplantes, a cirurgia para retirada das córneas e dos rins, durou cerca de quatro horas. O destino dos órgãos não será divulgado, como é previsto na legislação.

Larissa chegou a ser socorrida no Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz. Ela teve morte cerebral no domingo (18) e a família decidiu doar os órgãos da menina.

Segundo a polícia, a mãe da criança foi ouvida e o registro foi encaminhado para a Divisão de Homicídios da Capital.

O corpo de Larissa deve ser velado no fim da tarde desta segunda (19).

Publicidade

A ONG Rio de Paz realiza nesta segunda-feira (19) um ato na praia de Copacabana em protesto contra a morte de Larissa.

De acordo com o Rio de Paz, uma cruz preta de três metros será instalada na praia, altura da avenida Princesa Isabel, e ficará exposta até às 19h30 de quarta-feira (21). Segundo a ONG, o objetivo é pedir ao Estado que preste apoio à família de Larissa, e também cobrar às autoridades a redução das mortes por bala pedida.

Assista ao vídeo:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.