Rio de Janeiro Homem inventa que ex-namorada é informante da polícia, e mulher acaba morta por traficantes no Rio

Homem inventa que ex-namorada é informante da polícia, e mulher acaba morta por traficantes no Rio

Janayna Evangelista Napoleão e dois amigos teriam sido executados pelo tribunal do tráfico 

  • Rio de Janeiro | Bernardo Pinho*, do R7

Homem foi preso em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense

Homem foi preso em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense

Divulgação/Polícia Civil

Um homem foi preso nesta quarta-feira (13) pelo crime de feminicídio em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito acusou falsamente sua ex-namorada e dois amigos dela de serem informantes da polícia e contou a traficantes do Complexo do Alemão, na zona norte.

Eles teriam sido mortos, então, pelo tribunal do tráfico. Os corpos de Janayna Evangelista Napoleão e dos seus amigos não foram encontrados, mas a polícia acredita que eles tenham sido ocultados na comunidade.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Depois de interceptar mensagens do telefone do suspeito, o setor de inteligência da Polícia Civil descobriu a dinâmica e a motivação do crime.

A mulher saiu da casa dele, em Nova Iguaçu, e foi morar com parentes na comunidade da Fazendinha, no Alemão. Na comunidade, ela teria se envolvido com outra pessoa, o que causou revolta no suspeito.

Diversos áudios enviados para o celular de Janayna mostram o homem ameaçando a jovem. Ele chegou a ir até a comunidade, onde foi repreendido pela vítima e pelos dois amigos.

A investigação continua para identificar e prender os traficantes envolvidos no crime.

* Sob a supervisão de Maria Ferri

Últimas