Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ministério da Justiça investirá R$ 350 milhões em segurança para Jogos Rio 2016

Valor será gasto em compra de equipamentos, treinamento e ambientes para capacitação

Rio de Janeiro|Da Agência Brasil

O Ministério da Justiça investirá cerca de R$ 350 milhões em segurança para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (4) durante a criação da Coesrio 2016 (Comissão Estadual de Segurança Pública e Defesa Civil para os Jogos Rio 2016), no CICC (Centro Integrado de Comando e Controle ), centro do Rio de Janeiro.

O secretário extraordinário de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça, Andrei Augusto Passos Rodrigues, explicou que deste valor, R$100 milhões foram gastos na aquisição de equipamentos, ferramentas de treinamento e melhoria de ambientes para capacitação.

— Temos um período de investimento em 2014 e 2015 e custeio em 2016. Vamos utilizar esses recursos em tecnologia, melhoria de ampliação de capacidade de comando e controle, capacidade de transmissão de dados e imagens, equipamentos de proteção individual, de polícia judiciária e em muitas ações de capacitação.

Dentre os equipamentos previstos, uma novidade são quatro balões estacionários capazes de filmar e captar imagens de multidões em alta definição, com transmissão em tempo real.

— Esperamos ter alguns para operar já durante os eventos testes [a partir de julho]. Essas imagens serão enviadas para os centros de operações e vão permitir que as instituições acompanhem em tempo real com altíssima qualidade. Esse tipo de equipamento é uma inovação na Segurança Pública do Brasil.

Sobre a Coesrio 2016, o representante do ministério explicou ainda mais de 30 instituições que têm atuação no campo da segurança pública e participam da comissão. O grupo deve se reunir quinzenalmente no CICC para definir os parâmetros da atuação coordenada e integrada dos órgãos de segurança pública.

— Já fizemos algumas reuniões. Faremos oficinas temáticas, com divisão de tarefas entre as instituições, com prazos definidos, que vão efetivamente construir o Plano Integrado de Segurança Pública. São vários eixos de ação, como terrorismo, policiamento ostensivo, segurança de instalações. A tocha olímpica também exige toda uma preparação de segurança.

Perguntado sobre ações contra o terrorismo durante os jogos, o secretário do Ministério da Justiça respondeu que já foram feitas algumas reuniões com parceiros globais como Estados Unidos, Alemanha, e França, com intercâmbio de expertise, informações e capacitações sobre o tema.

O secretário estadual de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, informou que o governo do Estado vai investir cerca de R$ 400 milhões na área de segurança pública neste ano. Apesar do contingenciamento de gastos anunciados pelo governador Luiz Fernando Pezão, Beltrame garantiu que o corte não inclui a secretaria e que a meta é chegar a 62 mil policiais militares até 2016.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.