Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

MP-RJ ouvirá comandantes da PM sobre operação com 13 mortos

Desde sexta-feira (8), órgão tem recebido informações, dados e imagens, que podem auxiliar no processo de investigação do caso

Rio de Janeiro|Lucas França, do R7*

Famílias dizem que 9 pessoas foram executadas
Famílias dizem que 9 pessoas foram executadas Famílias dizem que 9 pessoas foram executadas

O MP-RJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro) quer ouvirá, ainda nesta semana, os comandantes dos Batalhões de Choque, Bope (Batalhão de Operações Especiais) e COE (Comando de Operações Especiais) sobre a operação policial que deixou 13 mortos na comunidade Fallet-Fogueteiro, no centro do Rio de Janeiro, na última sexta-feira (8) .

Leia também: Sobrevivente de incêndio no CT do Fla reage a estímulos no hospital

Em nota, o MP disse que o caso está sendo apurado pela 23ª PIP (Promotoria de Justiça de Investigação Penal), com apoio do Gaesp (Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública).

Desde sexta-feira, o setor tem recebido informações, dados e imagens, que podem auxiliar no processo de investigação do caso.

Publicidade

A Secretaria de Estado de Polícia Militar afirmou ter aberto um Inquérito Policial Militar , medida que é "adotada sempre que uma operação resulta em lesão corporal ou morte", informou por meio de nota.

Leia também

Defensoria Pública

Publicidade

Nesta terça-feira (12), aDefensoria Pública do Rio de Janeiro visitou a comunidade do Fallet-Fogueteiro para ouvir moradores e parentes das pessoas mortas na ação policial. De acordo com as famílias, teria ocorrido ao menos nove execuções na operação.

Relembre o caso

Publicidade

De acordo com a Polícia Militar, a corporação foi acionada para intervir em um confronto entre facções rivais pelo controle da região do morro Fallet-Fogueteiro. Na ação, foram apreendidos três fuzis, doze pistolas e seis granadas.

Entenda o caso: Após denúncias de moradores, MP investiga 13 mortes em operação da PM no Fallet

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.