Rio de Janeiro Mulher é presa suspeita de desviar R$ 2 mi de ex-patroa idosa no Rio

Mulher é presa suspeita de desviar R$ 2 mi de ex-patroa idosa no Rio

Ela trabalhou durante 15 anos com a vítima e usou o dinheiro para abrir restaurante e presentear amante com carro de luxo, segundo a polícia

  • Rio de Janeiro | Isabela Afonso, do R7*, com Leo Ach, da Record TV Rio

Uma mulher de 60 anos foi presa durante a Operação Vetus em um sítio na zona rural de Magé, na Baixada Fluminense, na última sexta-feira (4), suspeita de desviar R$ 2 milhões da ex-patroa de 85 anos.

Leia também: RJ: Polícia prende suspeitos de envolvimento em morte de PM

Mulher foi presa em um sítio em Magé, na Baixada Fluminense

Mulher foi presa em um sítio em Magé, na Baixada Fluminense

Reprodução / Record TV Rio

Segundo a Polícia Civil, a mulher trabalhou por cerca de 15 anos com a vítima e se tornou representante legal e administradora das finanças da idosa, que morava em uma cobertura em Laranjeiras, na zona sul do Rio.

As investigações começaram em 2012, após a apreensão de um cheque no valor de R$ 10 mil no nome da mulher, em um bingo clandestino na zona sul. 

Com o dinheiro desviado da vítima, ela também investiu R$ 250 mil na montagem de um restaurante no município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, junto com um amante que conheceu trabalhando em um bingo, segundo a polícia.

Os investigadores da 76ª DP (Niterói) descobriram ainda que a mulher presenteou o homem com carro de luxo.

Leia também: RJ: Morre 4ª vítima da família que sofreu acidente com botijão de gás

A Operação Vetus foi uma iniciativa do Ministério da Justiça para combater crime contra idosos em âmbito nacional. A mulher estava foragida da Justiça há três anos. Ela vai responder por lavagem de dinheiro, associação criminosa e apropriação de bens.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas