São Paulo Capital paulista acumula 2.766 mortes e 38.479 casos de covid-19

Capital paulista acumula 2.766 mortes e 38.479 casos de covid-19

Informação foi divulgada neste sábado (16) pela Secretaria Municipal de Saúde, que confirmou que a taxa de ocupação dos leitos de UTI está em 89% 

  • São Paulo | Do R7

Primeiro caso de covid-19 foi confirmado em São Paulo

Primeiro caso de covid-19 foi confirmado em São Paulo

Suamy Beydoun/Agif - Agência de Fotografia/Estadão Conteúdo - 8.5.2020

A cidade de São Paulo acumula 2.766 mortes por covid-19. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, em balanço divulgado neste sábado (16), de nove de abril até ontem, sexta-feira (15), os óbitos no município cresceram 432,34%. 

O número de casos confirmados também aumentou. Com os novos dados, 38.479 pessoas já foram diagnosticadas com a doença respiratória desde o primeiro registro oficial, em 26 de fevereiro. 

O Brasil acumula 14.817 óbitos e 218.223 infectados, de acordo com dados de ontem do Ministério da Saúde. A pasta deve publicar um novo boletim hoje, às 19h. 

Leitos de UTI

A taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidades de Tratamento Intensivo) destinados a atender pacientes com covid-19 está em 89% na capital paulista —maior índice de todo o estado de São Paulo. 

Segundo Dimas Covas, coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus no estado, um eventual endurecimento das medidas de distanciamento social dependerá, essencialmente, do indicador. A declaração foi dada em entrevista coletiva realizada durante a semana. 

"Trancar rua, parada total... indica que o sistema de saúde necessita de medidas emergenciais, [que] o sistema de saúde está nocauteado e você precisa tomar medidas drásticas, ou seja, você parar totalmente a circulação do vírus, porque o vírus anda com as pessoas”, disse. 

De acordo com Covas, quando a ocupação dos leitos, principalmente de UTI, aproxima-se de 100%, "tem que considerar essa possibilidade [de lockdown]".

Últimas