São Paulo Doria: 'Brasil é único que enfrenta pandemia com política e fake news’

Doria: 'Brasil é único que enfrenta pandemia com política e fake news’

Governador de São Paulo, que cogita estabelecer 'lockdown' no estado, criticou o compartilhamento de notícias falsas durante a crise sanitária 

  • São Paulo | Do R7

João Doria cogita estabelecer lockdown em São Paulo

João Doria cogita estabelecer lockdown em São Paulo

Valter Campanato / Agência Brasil

O governador de São Paulo, João Doria, reclamou dos conflitos políticos e da divulgação de notícias falsas (fake news), neste domingo (17), enquanto o Brasil enfrenta as consequências da pandemia de covid-19, que já matou 15.633 pessoas e deixou outras 233.142 doentes no país

O chefe do Executivo estadual negou que tenha interesse em estabelecer embates e, também, defendeu o diálogo na busca por soluções à crise sanitária. “Precisamos de união, paz, responsabilidade e diálogo. São Paulo não quer conflito. São Paulo quer diálogo”, escreveu no Twitter. 

Veja: Covas anuncia fim do rodízio ampliado e cobra maior isolamento

Por fim, Doria afirmou, por meio das redes sociais, que para combater o novo coronavírus e “salvar a economia”, é preciso, antes de qualquer coisa, “planejamento e responsabilidade”. 

São Paulo é o estado mais afetado pela pandemia, com 61.183 mortes e 4.688 casos confirmados. Com os dados divulgados pelo Ministério da Saúde, ontem, o estado superou a China, país onde ocorreu o início da crise, em número de óbitos.

Últimas