Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Homem chuta mulher no chão em briga em balada de SP; assista

Confusão teria começado após um homem entrar em um camarote em boate na Vila Olímpia, área nobre da capital paulista

São Paulo|Geovanna Hora, da Agência Record

Um homem agrediu na noite de ontem, sábado (4), uma mulher na saída de uma boate na Vila Olímpia, área nobre da zona oeste de São Paulo. A vítima recebeu dois socos no rosto e foi chutada pelo suspeito enquanto estava no chão.

Imagens gravadas por uma pessoa que passava pelo local mostram uma briga generalizada que envolveu dois grupos. Seguranças da boate estavam na calçada tentando apartar a briga, mas não foram suficientes para controlar a confusão.

O desentendimento teria começado dentro da boate quando um rapaz teria entrado no camarote do grupo do agressor. Os funcionários da balada apartaram a briga e levaram parte das pessoas para fora da casa noturna.

A confusão continuou na calçada da boate com a saída dos donos do camarote. Foi nesse momento que a mulher agredida decidiu filmar a confusão. Segundo o boletim de ocorrência, amigas do agressor bateram nela e jogaram o celular no chão.

Publicidade
Confusão generalizada terminou na delegacia de Campo Belo
Confusão generalizada terminou na delegacia de Campo Belo Confusão generalizada terminou na delegacia de Campo Belo

Em seguida, foi a vez de o agressor ir para cima da vítima, desferindo dois socos. Os seguranças tentaram conter o homem, que continuou a agredir a mulher com um chute mesmo ela já estando no chão.

Um amigo da vítima conseguiu derrubar o agressor com um soco, mas logo depois foi supreendido por outros três homens que passaram a chutá-lo.

Publicidade

Após a briga em frente à boate, as partes foram levadas ao 27º DP (Campo Belo). O agressor, que negou todas as acusações, foi autuado por lesão corporal contra mulher e lesão corporal simples, com fiança mínima estipulada em R$ 2.604.

As mulheres que jogaram o celular da vítima no chão afirmaram que só tomaram tal atitude após ter sido agredidas. Ainda assim, uma delas se comprometeu a cobrir os custos do conserto do aparelho.

Não há informações sobre o estado de saúde dos envolvidos na confusão.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.