São Paulo Jovem morre com tiro no pescoço após disparo acidental de PM

Jovem morre com tiro no pescoço após disparo acidental de PM

Segundo a polícia, a vítima não respeitou o pedido de parada e foi atingido por um tiro ao ser cercado depois de sofrer um acidente de moto

  • São Paulo | Mariana Rosetti, da Agência Record

Familiares de Bruno discordam da versão dos policiais

Familiares de Bruno discordam da versão dos policiais

Reprodução

Um jovem de 23 anos morreu após um disparo supostamente acidental durante uma abordagem policial na rua Maria Helena, no bairro Piraporinha, em Diadema, região metropolitana de São Paulo, na noite desta terça-feira (10).

Leia também: Candidata a prefeita é alvo de atentado a tiros em São Vicente (SP)

Bruno Gomes de Lima Fuentes voltava do trabalho em uma moto acompanhado de um amigo. De acordo com a polícia, Bruno estava sem o documento do veículo e acelerou quando foi pedido para que parasse. Em seguida, o jovem teria caído em uma curva. Os PMs o cercaram e a arma de um dos agentes teria disparado acidentalmente.

Bruno foi atingido no pescoço e morreu no local. Ainda de acordo com a polícia, uma pequena quantidade de maconha foi encontrada com o jovem.

A família, no entanto, discorda da versão dos policiais. Segundo familiares, Bruno tinha sido contratado por uma empresa recentemente e não tinha problemas com a polícia.

Ainda de acordo com familiares, a documentação da moto estava em dia e ele estava com a habilitação no momento da abordagem. 

O caso será investigado pelo DHPP (Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa) e pela corregedoria da PM da região.

Últimas