Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Motoboy é enganado por traficante e quase vai preso por tentar levar drogas para festa em hotel de SP

Quando foi abordado pela polícia, criminoso chegou a dizer que no pacote continha produtos para cabelo, mas depois confessou

São Paulo|Isabelle Gandolphi, da Agência Record, com informações da Record TV

O motoboy recebeu um pacote com drogas em SP
O motoboy recebeu um pacote com drogas em SP O motoboy recebeu um pacote com drogas em SP

Um homem foi preso suspeito de tráfico de drogas após enganar um motoboy e colocar maconha, ecstasy, MD e outras drogas no pacote para entrega, na madrugada desta terça-feira (25), na região da Vila Buarque, no distrito da Consolação, região central de São Paulo.

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Isaías Pinto da Silva, que trabalha como entregador por aplicativo, foi chamado para retirar um pacote de um homem que estava cadastrado como "Denis". O farsante afirmou ao trabalhador que o embrulho continha produtos cosméticos para cabelo, e que deveriam ser entregues em um hotel na rua Augusta. 

Publicidade

Leia também

Antes que pudesse iniciar o trajeto, Isaías foi interceptado por agentes da Polícia Militar, que receberam uma denúncia anônima, via COPOM (Comitê de Política Monetária), de tráfico de drogas naquele endereço.

O pacote continha maconha, ecstasy, MD e outras drogas
O pacote continha maconha, ecstasy, MD e outras drogas O pacote continha maconha, ecstasy, MD e outras drogas

Quando a PM chegou e questionou "Denis" sobre as drogas, ele confessou sua intenção de usar o motoboy como "correio" para levar a mercadoria até uma festa que estava acontecendo no hotel. "Ele usou o aplicativo para ganhar dinheiro, vender as drogas, e a gente que 'paga o pato', né?", disse Isaías.

Publicidade

A entrega que faria o motoboy receber pouco mais de R$10, terminou em uma noite longa de depoimentos na delegacia, até ele conseguir comprovar sua inocência por meio do aplicativo e ser liberado pelo delegado.

O suposto "Denis" confessou o crime e foi preso. O caso foi registrado no 77° Distrito Policial de Santa Cecília.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.