Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Motorista de app é preso por roubar, sequestrar e estuprar passageiras em SP

Vítimas relataram que foram ameaçadas com faca pelo agressor. Uma jovem foi levada à força a motel na zona leste de SP

São Paulo|Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Suspeito trabalhava como motorista de aplicativo
Suspeito trabalhava como motorista de aplicativo Suspeito trabalhava como motorista de aplicativo

Um homem foi preso após roubar, sequestrar, ameaçar e abusar sexualmente de passageiras no distrito de Ermelino Matarazzo, zona leste de São Paulo, por volta das 21h desta terça-feira (22).

O suspeito trabalhava como motorista de aplicativo enquanto cometia seus crimes. Na primeira corrida, na região do Tatuapé, também na zona leste, uma jovem de 17 anos havia realizado compras e chamou um Uber para ir para casa.

Certo momento, o motorista parou o carro, um Chevrolet Prisma preto, e disse para a garota que tinha que pegar algo no porta malas do carro. Nesse momento ele voltou com uma faca.

A vítima, então começou a gritar e tentou sair do carro, mas as portas estavam travadas com a trava de segurança para criança. Então, a jovem conseguiu fugir pela janela do carro. O criminoso então, foi embora com cerca de R$3 mil em sacolas com presentes, das marcas Vivara, Morana, Natura e Grand Cru Vinhos. Após fugir, a jovem acionou a PM via 190.

Publicidade

Na corrida seguinte, a jovem chamou o motorista pelo aplicativo para ir realizar um procedimento estético, próximo à sua residência.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima relatou que entrou no carro e ficou acompanhando a rota pelo GPS, mas estranhou o caminho feito pelo motorista. Por isso, decidiu compartilhar sua localização com uma prima.

Publicidade

Então, o homem passou a ameaçar a segunda vítima da noite com a mesma faca. Ela afirmou que não teve tempo de tentar pular do carro, pois ele já havia trancado as portas.

Ele a levou para o Orquídeas Motel, localizado na Eduardo Mendes Franco, na Vila Tereza. Em um dos quartos, o homem a estuprou.

Publicidade

Não satisfeito, a vítima relatou que o homem ainda a perguntou se havia a possibilidade de transferir R$1.500 para ele. A garota afirmou que não tinha esse dinheiro, mas que se ele a deixasse ir, ela daria um jeito, pedindo para sua família.

Suspeitando da ausência da garota, a família conseguiu rastrear seu celular e comunicar à Polícia Militar do ocorrido. Segundo os policiais que atenderam à ocorrência, a vítima é parente de um policial da Força Tática.

Quando estavam indo embora, as viaturas chegaram. À vítima, o criminoso afirmou "você quer me ferrar, né?". A jovem negou que ela tivesse acionado a PM e abaixou no banco para se esconder.

Porém, o carro foi abordado. Ao desembarcar, o homem se apresentou como motorista da Uber. Ao vistoriarem o veículo, encontraram a vítima em estado de choque. A faca também foi localizada.

O preso foi levado para o 65º Distrito Policial. A vítima do primeiro roubo foi localizada e também seguiu para a delegacia para fazer o reconhecimento do suspeito.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.