São Paulo Mulher que estava com bebê de SC tinha a certidão de nascimento original e alegou que iria adotá-lo

Mulher que estava com bebê de SC tinha a certidão de nascimento original e alegou que iria adotá-lo

Menino, identificado como Nicolas, estava desaparecido desde 30 de abril e foi encontrado na noite desta segunda-feira (8) em SP

  • São Paulo | Julia Girão, do R7*

Resumindo a Notícia
  • Mulher que estava com o bebê tinha em mãos a certidão de nascimento original da criança.

  • Ela afirmou que pretendia adotá-lo e estava a caminho do fórum.

  • O garoto, que morava em São José (SC), estava desparecido desde 30 de abril.

Nicolas estava desaparecido desde o dia 30 de abril

Nicolas estava desaparecido desde o dia 30 de abril

Reprodução/Record TV

A mulher que estava com o bebê desaparecido de Santa Catarina tinha em mãos a certidão de nascimento original da criança de 2 anos e afirmou, no momento da abordagem, que pretendia adotá-lo, de acordo com a Polícia Militar de São Paulo. O menino, identificado como Nicolas, estava desaparecido desde o dia 30 de abril e foi encontrado na noite desta segunda-feira (8). 

A suspeita, que foi detida, afirmou que estaria a caminho do fórum para regularizar a situação. Ela e o companheiro, ao serem questionados, explicaram que a criança era o garoto desaparecido. A mulher ainda disse que a mãe do bebê havia entregado o menino. 

Nicolas, que morava em São José, estado de Santa Catarina, estava desaparecido desde 30 de abril. Na época, a mãe dele contou que ia encontrar uma amiga quando passou mal.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

A abordagem aconteceu na avenida Conselheiro Carrão, no Tatuapé, zona leste de São Paulo. Após o desaparecimento da criança, as polícias Civil e Militar dos dois estados criaram uma força-tarefa para localizar Nicolas.

Nesta segunda, por meio de informações obtidas pelo Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) de Santa Catarina, a corporação acionou a PM de São Paulo após uma denúncia sobre o paradeiro da vítima. Equipes da 5ª Companhia do 8º Batalhão da Polícia Militar iniciaram patrulhamento pela área, até que conseguiram localizar o veículo descrito na denúncia.

* Sob supervisão de Lucas Ferreira

Últimas