São Paulo PF prende homem em operação contra crimes de abuso sexual infantil no interior de SP

PF prende homem em operação contra crimes de abuso sexual infantil no interior de SP

Investigadores identificaram 24 vítimas entre 8 e 16 anos. Penas podem variar de 187 a 302 anos de prisão

  • São Paulo | Da Agência Brasil

Suspeito aliciava e ameaçava crianças e adolescentes, disse a PF

Suspeito aliciava e ameaçava crianças e adolescentes, disse a PF

Divulgação/Polícia Federal

A PF (Polícia Federal) prendeu um homem nesta quinta-feira (4) durante operação contra crimes de abuso sexual infantil nas cidades de Rifaina e Franca, no interior de São Paulo.

Segundo a corporação, o suspeito atuava por duas modalidades: "grooming", que significa o aliciamento de crianças e adolescentes pela internet para benefícios sexuais; e "sextortion", extorsão sexual por meio dos materiais de abuso sexual, usada para submeter vítimas a consecutivos abusos.

Entre 2017 e 2019, ele teria usado perfis falsos em redes sociais e aplicativos para abordar as vítimas, que tinham de 8 a 16 anos, e se passava por um agente de modelos. Ao todo, a polícia identificou 24 vítimas e 11 perfis falsos usados para os crimes.

Durante as conversas, o homem pedia fotos das crianças nuas e em cenas de sexo, as quais dizia serem de comum uso para obter os trabalhos. O acusado ainda fazia promessas de que as vítimas futuramente teriam contato com seus ídolos.

Quando as crianças apresentavam resistência em mandar mais imagens, o suspeito as coagia e fazia ameaças, dizendo que divulgaria fotos delas que já possuía na internet ou as enviaria aos pais das vítimas.

Detido pela PF, o homem responderá pelos crimes de estupro virtual de vulnerável em 17 ocasiões, por divulgação de cena de estupro ou de cena de estupro de vulnerável em três ocasiões e por produzir e dirigir cena pornográfica ou de sexo explícito envolvendo criança ou adolescente em 12 ocasiões.

Somadas, essas penas podem ser de 187 a 302 anos de prisão.

Últimas