Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Prefeitura de SP quer 'reativar' Hospital Sorocabana com 200 leitos

Complexo fechado em 2010 foi repassado do Estado para o município. Obras devem durar dois anos

São Paulo|Do R7

Hospital Sorocabana
Hospital Sorocabana Hospital Sorocabana

O Hospital Central Sorocabana, na Lapa, zona oeste da capital paulista, passará a ter 200 leitos, 145 a mais do que tem hoje. O anunciou foi feito pelo prefeito Ricardo Nunes, que sancionou na manhã desta quinta-feira (25) a lei que autoriza o município a receber a doação do terreno do governo estadual onde está instalado a instituição.

A obra tem a previsão de durar 24 meses, mas o hospital não vai parar de funcionar nesse período. De acordo com Nunes, serão R$ 200 milhões investidos para reforma do prédio, que foi fechado em 2010. Uma parte já foi reaberta durante a pandemia, com 55 leitos. 

Em outubro de 2021, a Prefeitura de São Paulo recebeu do Governo do Estado a transferência de titularidade do prédio do Hospital Sorocabana. Agora, com a sanção da lei, será possível colocar em prática o projeto básico da reestruturação para um hospital-geral.

O Hospital Sorocabana foi fundamental durante o pico da pandemia de Covid-19. Entre agosto e setembro de 2020, a administração municipal entregou 55 leitos para pacientes com Covid-19: 49 leitos de enfermaria e outros seis de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), utilizados para estabilização em casos de média complexidade. De agosto de 2020 a setembro de 2021 foram 1.472 internações decorrentes da Covid. O hospital é administrado pela OSS (Organização Social de Saúde) e a ASF (Associação Saúde da Família).

Publicidade

No local, atualmente, funciona o Complexo Hospitalar Sorocabana, que hoje dispõe de 55 leitos, sendo 35 de enfermaria, 10 de estabilização/UTI e 10 de clínica cirúrgica eletiva; e mais duas salas cirúrgicas com o apoio de 279 profissionais, incluindo médicos e cirurgiões. Funcionam também no primeiro piso, um Hospital Dia (HD), com consultas de especialidades médicas e exames de imagem, além de uma AMA (Assistência Médica Ambulatorial) 24h.

A equipe do ambulatório tem cerca de 200 colaboradores; uma média mensal de 15,6 mil atendimentos distribuídos em: 7,2 mil consultas clínicas; 2 mil avaliações cirúrgicas; 900 procedimentos em dermatologia; 3,5 mil exames e cerca de 2 mil atendimentos diversos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.