Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Receita Federal faz operação em lojas de São Paulo contra a venda de cigarros eletrônicos

Servidores focaram em estabelecimentos localizados na rua 25 de Março e na avenida Paulista, na manhã desta sexta-feira (24)

São Paulo|Do R7

Esta etapa da operação visou lojas físicas (Divulgação/Receita Federal)

Fiscais da Receita Federal estiveram na manhã desta sexta-feira (24) em lojas da rua 25 de Março e da avenida Paulista, em São Paulo, para apreender cigarros eletrônicos, cuja venda é proibida no Brasil. Os alvos foram 32 estabelecimentos, e o objetivo era apreender mercadorias ilegais avaliadas em um total de até R$ 10 milhões.

A ação de hoje é a primeira etapa da operação Vaporis (vapor em latim) e tem como objetivo lojas físicas. Segundo a Receita, 160 servidores participaram das batidas.

A fiscalização federal vai avançar em breve para lojas virtuais, inclusive vendas que ocorrem nas redes sociais. O Fisco quer rastrear o dinheiro desse tipo de negócio, além de colher provas para eventuais ações fiscais para cobrar imposto sonegado e apurar crimes de lavagem de dinheiro.

“A ação se insere em um esforço crescente por parte da Receita Federal de enfrentamento, em todo o país, ao contrabando de cigarros eletrônicos. O órgão vem registrando aumento contínuo na apreensão desses dispositivos, seus componentes e acessórios. Somente de janeiro a abril de 2024, já foram apreendidas cerca de 615 mil unidades, avaliadas em mais de R$ 27 milhões, o que representa quase metade do que foi apreendido pela Receita Federal em 2023″, diz a Receita Federal em comunicado.

No último dia 19 de abril, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) manteve a proibição da importação, comercialização e propaganda de cigarros eletrônicos no Brasil, em vigor desde 2009.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.