Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Sobe para 26 o número de feridos após ônibus atingir carro e invadir casas em Barueri (SP)

Segundo a Defesa Civil, trajeto da condução não inclui rua em que aconteceu a colisão; três pessoas estão internadas em estado grave

São Paulo|João Pedro Lobo*, da Agência Record

Ônibus invadiu casa em Barueri (SP)
Ônibus invadiu casa em Barueri (SP) Ônibus invadiu casa em Barueri (SP)

Subiu para 26 o número de feridos após um ônibus colidir contra um carro e duas residências em Barueri, região metropolitana de São Paulo, na noite de terça-feira (29). Três pessoas estão internadas em estado grave.

O acidente ocorreu em uma ladeira, entre as ruas Capitão Salinas e Treze de Maio. A hipótese inicial é que tenha havido uma falha nos freios do veículo.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Segundo a Defesa Civil, que socorreu as vítimas graves e confirmou que não houve mortes no acidente, o trajeto do ônibus não inclui a rua em que aconteceu a colisão, mas apenas uma via paralela ao local da ocorrência.

Vítimas

De acordo com o Corpo de Bombeiros, inicialmente nove vítimas foram atendidas pela corporação. Uma mulher, de 40 anos, teve uma fratura na perna e foi socorrida ao pronto socorro Samebi. Outras duas vítimas foram encaminhadas ao pronto socorro de Silveira, em Barueri.

Publicidade

As seis vítimas restantes foram socorridas ao pronto socorro do Parque Imperial, entre elas, um idoso, de 63 anos, com uma contusão no toráx.

O restante dos feridos foram encaminhados ao pronto socorro central da cidade, ao Hospital Engenho Novo e ao pronto socorro de Jardim Mutinga.

Publicidade

Casa destruída

Luiza de Lucena, moradora de uma das residências, afirmou que não havia ninguém em casa no momento da colisão, pois sua filha havia acabado de sair para a academia. Ela ainda comentou que a sua casa estava em reforma, e todos os materiais de construção foram quebrados.

A mulher lamentou não poder retornar para seu lar, destruído no acidente. De acordo com a Agência Record, ela disse que vai se realocar para casas de conhecidos e morar de aluguel.

Publicidade

Luiza acredita que o motorista do ônibus possa ter perdido o freio, ocasionando o acidente. Ela afirma que a concessionária do veículo entrou em contato com sua família, no intuito de se responsabilizar pela reconstrução da residência. A Defesa Civil também dará apoio às famílias, com colchões e cestas básicas.

Uma perícia foi encaminhada ao local para verificar possíveis colapsos nas estruturas das residências atingidas. O ônibus só poderá ser retirado do local após a ação dos peritos.

Além da polícia militar e dos bombeiros, viaturas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), da GCM (Guarda Civil Municipal) e da Guarda Ambiental foram empenhadas para a ocorrência.

*Sob supervisão de Isabelle Gandolphi 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.