São Paulo Tabata Amaral lança pré-candidatura à prefeitura de São Paulo em laje de casa onde cresceu

Tabata Amaral lança pré-candidatura à prefeitura de São Paulo em laje de casa onde cresceu

Evento contou presenças do apresentador Datena, cotado para vice na chapa, e ministro do Empreendedorismo, Márcio França

  • São Paulo | Laísa Lopes, do R7, em Brasília

Tabata Amaral (PSB) lança pré-candidatura à SP nesta quinta-feira

Tabata Amaral (PSB) lança pré-candidatura à SP nesta quinta-feira

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A deputada federal Tabata Amaral (PSB) lançou sua pré-candidatura à prefeitura de São Paulo nesta quinta-feira (25), na laje da casa da mãe, na Vila Missionária, zona sul paulistana, onde viveu antes de iniciar a carreira política. Estiveram presentes no evento o apresentador José Luiz Datena, cotado para ser vice na chapa, o ministro do Empreendedorismo, Márcio França, o ex-presidente do diretório municipal do PSDB Orlando Faria, o economista Leandro Piquet Carneiro, a ex-secretária municipal Vivian Satiro e, de forma remota, o vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB).

A pré-candidata também lançou um manifesto chamado “Uma só cidade”, para destacar o combate à desigualdade social e mostrar que a parlamentar tem origem na periferia da cidade.

“É muito conveniente para a política só enxergar o bandido e o doente. A gente quer enxergar os dois, que devem ser abordados de formas diferentes. Com o bandido você não dialoga, o doente você busca um tratamento. Vivi isso com meu pai, que morreu aos 39 anos e nunca conseguiu uma vaga de internação na rede pública. Ele só contou com comunidade terapêutica. Não temos vaga na cidade hoje para acolher a todos que estão na cracolândia e gostaria de ser internado”, disse Tabata sobre uma das pautas com as quais se compromete.

Nesta quinta-feira (25) o pré-candidato à prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL) também cumpriu agenda no município. Boulos foi comemorar os 470 anos da cidade no Mercadão Municipal de São Paulo.

“Além de ouvir os comerciantes sobre a situação atual do mercado e os problemas do Centro, recebi uma excelente proposta do querido Henrique Pacheco, que tem um restaurante lá: criar o Museu Adoniran Barbosa, grande símbolo do samba paulista, no Centro da cidade. Compromisso firmado”, escreveu o parlamentar em uma rede social.

Também nesta quinta, o prefeito de São Paulo e pré-candidato Ricardo Nunes (MDB) tinha na agenda uma visita ao Mercadão, após participar de diversas festividades pelo aniversário da cidade.

Últimas