Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Tarcísio anuncia presidente da Petrobras para secretaria em SP

Equipe de transição revelou três novos secretários e um dirigente que vão compor nova administração paulista do governador eleito

São Paulo|

Caio Paes de Andrade, novo secretário de Tarcísio de Freitas
Caio Paes de Andrade, novo secretário de Tarcísio de Freitas Caio Paes de Andrade, novo secretário de Tarcísio de Freitas

O grupo de transição do governo de São Paulo anunciou nesta terça-feira (6) os nomes de três novos secretários e um dirigente que vão compor a nova administração paulista do governador eleito, Tarcísio de Freitas (Republicanos), dois deles ligados ao ministro da Economia, Paulo Guedes. O presidente da Petrobras, Caio Paes de Andrade, vai deixar o atual cargo para assumir a pasta de Gestão e Governo Digital.

Hoje, a pasta incorpora também a estrutura de Orçamento, que deve passar a fazer parte de outra secretaria.

Já o doutor em economia Lucas Pedreira do Couto Ferraz foi confirmado na secretaria nomeada por ele de Assuntos Internacionais, e Laís Vita, atual chefe da assessoria de imprensa de Tarcísio, na secretaria de Comunicação.

Atual secretário especial de desburocratização do Ministério da Economia, o superintendente regional do DNIT em São Paulo, coronel Sérgio Codelo, vai assumir o Departamento de Estradas de Rodagem.

Continua após a publicidade

Até o momento, 11 secretários foram anunciados. Entre eles, o deputado federal bolsonarista Guilherme Derrite (PL), confirmado na Segurança Pública, e o ex-prefeito e presidente do PSD, Gilberto Kassab, na Secretaria de Governo.

Após sondar o ministro da Economia, Paulo Guedes, para ser secretário da Fazenda em São Paulo, o governador eleito escolheu dois nomes ligado a ele para o secretariado.

Continua após a publicidade

Caio Paes de Andrade foi secretário especial de desburocratização do Ministério da Economia. Ele tem formação em comunicação social pela Universidade Paulista em São Paulo, pós-graduação em gestão pela Harvard University e mestrado em administração de empresas pela Duke University.

Mestre em engenharia química pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e doutor em economia pela Escola de Pós-Graduação em Economia (EPGE) da Fundação Getulio Vargas, Lucas Pedreira do Couto Ferraz é o atual secretário de Comércio Exterior do Ministério da Economia.

Continua após a publicidade

A chegada de Ferraz e Paes de Andrade confirma o domínio de nomes vinculados a Guedes no secretariado paulista. Além deles, o economista Samuel Kinoshita e o coordenador da transição Guilherme Afif, que foram assessores do ministro, devem assumir cargos na gestão

Já Laís Vita, que coordenou a equipe de comunicação ao longo da campanha eleitoral e chefiou a Assessoria Especial de Comunicação do Ministério da Infraestrutura quando Tarcísio era ministro, é jornalista formada pela Universidade Federal da Bahia.

Veja os demais indicados para as pastas:

Educação: o escolhido para chefiar a pasta foi Renato Feder, paulistano que deixará o posto de secretário de Educação do Paraná para assumir a função no estado natal. Feder é graduado em administração pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e mestre em economia pela USP.

Saúde: o futuro secretário de Saúde de São Paulo será o médico Eleuses Paiva. Ele foi presidente da Associação Médica Brasileira por dois mandatos, de 1999 a 2005. Ex-vice-prefeito de São José do Rio Preto (SP), é um dos nomes indicados pelo grupo político de Gilberto Kassab (PSD). Paiva foi da ampliação do acesso à vacina anti-Covid ao longo da pandemia para controlar a disseminação do vírus.

Casa Civil: o novo chefe da Casa Civil será o advogado Arthur Lima, que compõe o quadro de secretários indicados pelo próprio governador eleito e é considerado um nome técnico, que não tem filiação partidária. Lima chegou a ocupar o cargo de diretor-presidente da Empresa de Planejamento e Logística (atual Infra S.A.) e foi diretor-executivo do Fundo de Saúde da Secretaria de Saúde do governo do Distrito Federal.

Infraestrutura, Meio Ambiente e Transportes: o nome escolhido por Tarcísio para chefiar a secretaria análoga ao ministério que ele comandou na gestão Bolsonaro é Natalia Resende. Ela vai comandar uma "supersecretaria", que incorpora a de Infraestrutura e Meio Ambiente à de Logística e Transportes.

Governo: o novo secretário de Governo da nova gestão será o presidente do PSD, Gilberto Kassab. O anúncio oficial ainda não foi feito pelo novo governo, mas Tarcísio de Freitas confirmou a informação ao ser questionado por jornalistas ao chegar a evento organizado pelo Esfera Brasil, em hotel no Guarujá.

Segurança Pública: indicado pelo clã Bolsonaro, Guilherme Derrite é oficial da Reserva da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP) e comandou a Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) de 2010 a 2013. O deputado é afinado com a ala mais ideológica do bolsonarismo e já se manifestou contra o uso de câmeras no uniforme dos policiais.

Turismo: Roberto Lucena, que é pastor evangélico e está no terceiro mandato como deputado federal, será o novo secretário do Turismo. Lucena chefiou a pasta em São Paulo em 2015 e 2016 no governo Geraldo Alckmin e foi vice-presidente da Comissão do Turismo da Câmara dos Deputados.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.