Saúde Covid: OMS aponta alta de 7% no número de mortes no planeta 

Covid: OMS aponta alta de 7% no número de mortes no planeta 

Boletim epidemiológico da Organização, com dados da última semana, também relatou diminuição na quantidade de novos casos

Agência EFE
Número de mortes aumentou no mundo, mas novos casos tiveram uma queda de 17%

Número de mortes aumentou no mundo, mas novos casos tiveram uma queda de 17%

Nathalia Aguilar/EFE

A OMS (Organização Mundial da Saúde) divulgou boletim nesta quarta-feira (9) sobre a pandemia e relatou um aumento de 7% no número de mortes no mundo em decorrência da infecção pelo novo coronavírus na última semana, período em que a quantidade de casos caiu 17%.

De acordo com o balanço de hoje, foram notificados quase 68 mil óbitos em decorrência da Covid-19. Com isso, o total desde março do ano passado chegou a 5,7 milhões.

Além disso, a OMS apontou 19 milhões de novos casos nos últimos sete dias, o que eleva o montante geral para 392 milhões. Contudo, a organização admite que o contágio no planeta é muito maior, devido a subnotificação.

As regiões do Mediterrâneo Oriental, que abrange o Oriente Médio, e das Américas foram as que tiveram o maior aumento na quantidade de casos, cada uma com 36%.

O sudeste da Ásia, por sua vez, apresentou a maior alta nas mortes, de 67%.

A Europa e as Américas se mantiveram estáveis, enquanto a África teve queda de 14%.

O maior número absoluto de vítimas foi registrado nos Estados Unidos, que apresentou queda de 15% na comparação com a semana anterior. Depois, aparecem como mais afetados a Índia, a Rússia, o Brasil e o México.

Segundo a análise epidemiológica da OMS, todas as variantes do novo coronavírus conhecidas antes da Ômicron tiveram forte baixa. A cepa mais recente já representa 96,7% do total de sequências genéticas realizadas no mês passado.

Últimas