Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Febre maculosa: o que é a doença que matou casal em poucos dias em São Paulo

O piloto Douglas Pereira Costa e a namorada, Mariana Giordano, morreram na última quinta-feira (8)

Saúde|Do R7

Casal foi hospitalizado e morreu no mesmo dia
Casal foi hospitalizado e morreu no mesmo dia Casal foi hospitalizado e morreu no mesmo dia

A morte da dentista Mariana Giordano, de 36 anos, e do namorado dela, o piloto Douglas Costa, de 42, acendeu um alerta nas autoridades sanitárias de São Paulo. Os dois faleceram no mesmo dia (quinta-feira 8) após apresentarem os mesmos sintomas (febre, dores e manchas vermelhas pelo corpo).

O primeiro exame laboratorial a sair foi o dela e veio com resultado positivo para febre maculosa. A confirmação de que o namorado também morreu em razão da doença foi dada, recentemente, pela Prefeitura de Jundiaí.

Os dois tiveram os primeiros sintomas da doença no dia 3 de junho e chegaram a ser hospitalizados alguns dias depois. 

Uma terceira morte, de uma mulher de 28 anos que esteve no mesmo evento que o casal, em Campinas, também está sob investigação. 

Publicidade

Segundo o Ministério da Saúde, a febre maculosa é uma doença infecciosa causada por bactérias do gênero Rickettsia, que provoca febre aguda e tem gravidade variável. Ela pode se apresentar desde as formas clínicas leves e atípicas até formas graves, com elevada taxa de letalidade.

No Brasil, duas espécies de bactérias estão associadas à febre maculosa: Rickettsia rickettsii e Rickettsia parkeri, que são transmitidas por carrapatos do gênero Amblyomma — mais especificamente o carrapato-estrela.

Publicidade

A bactéria Rickettsia rickettsii provoca a FMB (febre maculosa brasileira), considerada pelo Ministério da Saúde uma doença grave. Ela já foi detectada no norte do Paraná e em estados da região Sudeste.

Já a Rickettsia parkeri é encontrada em ambientes de mata atlântica (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Bahia e Ceará) e é responsável por casos menos graves.

Publicidade

Além da febre em si, os sintomas da doença incluem dor de cabeça intensa, enjoo, vômito, diarreia, dor abdominal e dor muscular constante.

Os pacientes podem apresentar também manchas vermelhas nos pulsos e tornozelos, que não coçam, mas podem aumentar em direção às palmas das mãos, aos braços ou às solas dos pés.

Em casos graves, há gangrena nos dedos e nas orelhas e paralisia dos membros, que se inicia nas pernas e sobe até os pulmões, causando parada respiratória.

Os primeiros sintomas da febre maculosa podem ser confundidos com os de outras doenças, como dengue, leptospirose, malária, meningite etc. Entretanto, exames de sangue específicos podem comprovar a presença da bactéria.

O tratamento é feito com antibióticos. Algumas pessoas, devido à gravidade do caso, precisam ficar internadas para receber suporte.

O Brasil registrou, nos últimos cinco anos, 321 mortes por febre maculosa, segundo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde.

Além do Marburg: conheça outros vírus que causam hemorragias fatais

" gallery_id="62deffb9ca90845b1c00044a" url_iframe_gallery="noticias.r7.com/saude/febre-maculosa-o-que-e-a-doenca-que-matou-casal-em-poucos-dias-em-sao-paulo-13062023"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.