Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Hábitos saudáveis desde a infância podem prevenir osteoporose

Doença que enfraquece ossos atinge 10 milhões de pessoas só no Brasil

Saúde|Do R7

Excesso de industrializados e refrigerantes podem causar osteoporose
Excesso de industrializados e refrigerantes podem causar osteoporose Excesso de industrializados e refrigerantes podem causar osteoporose

Classificada como uma epidemia silenciosa por não apresentar sintomas, a osteoporose atinge cerca de 10 milhões de brasileiros, segundo a Abrasso (Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo). A condição é bastante associada à mulheres na fase pós-menopausa, mas o número de portadores da doença deve aumentar devido ao envelhecimento da população e aos maus hábitos alimentares, explica o ortopedista do Hospital Villa-Lobos Luiz Antônio Vianna Lopes.

— É essencial que toda a população esteja atenta, pois com o elevado consumo de produtos industrializados, como refrigerantes, excesso de café e alimentação pobre em legumes, verduras e cálcio, a tendência é de que a doença acometa um número muito maior de pessoas. A prevenção eficaz é iniciada desde a infância, quando os pais introduzem hábitos saudáveis no dia a dia das crianças.

A osteoporose é a fraqueza da microestrutura celular óssea, que causa o enfraquecimento da estrutura óssea. O maior problema é que só é detectável quando o paciente sofre uma fratura, geralmente grave, como de bacia, fêmur, pulso, entre outros casos, explica o especialista.

— A única maneira de detectar a osteoporose é por meio de exame de imagem e o mais indicado é a densitometria óssea, que analisa o esqueleto por completo, a dosagem de cálcio e a vitamina D do corpo.

Publicidade

Veja mitos e verdades sobre osteoporose

Os pacientes que já tiveram fraturas por conta da doença podem ter a qualidade de vida comprometida, pois ficam dependentes de familiares para se movimentar e fazer atividades do dia a dia. Ou, em outros casos, precisam ficar muito tempo no hospital para se recuperar, o que causa descontrole emocional e até mesmo depressão em muitos deles, diz o especialista.

Publicidade

Leia também

— Evitar a evolução da doença e a mudança de hábito é essencial para evitar problemas maiores, como os emocionais.

Para os pacientes que já sofrem com a doença, a orientação é acompanhamento médico para que seja indicado o tratamento correto. Além disso, é essencial uma mudança de hábitos alimentares e a inserção de uma rotina com exercícios físicos, recomenda o ortopedista.

— Diferentemente do que muitos pensam, exercícios com peso são importantes, mas, claro, sempre com orientação de um profissional. A atividade física ajuda na manutenção do músculo e óssea e evita a perda de equilíbrio que, na maioria das vezes, causa as quedas e as fraturas.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.