Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Queda no estado de alerta contra a Covid pode criar variante mortal, adverte OMS

Diretor-geral da pasta diz que enfraquecimento das estratégias de combate à doença são 'condições perfeitas' para o vírus

Saúde|

Flexibilização da vigilância contra a Covid pode abrir espaço para novas variantes perigosas
Flexibilização da vigilância contra a Covid pode abrir espaço para novas variantes perigosas Flexibilização da vigilância contra a Covid pode abrir espaço para novas variantes perigosas

Lapsos nas estratégias para combater a Covid-19 neste ano continuam a criar "as condições perfeitas" para o surgimento de uma variante mortal, disse o diretor-geral da OMS (Organização Mundial da Saúde), Tedros Adhanom Ghebreyesus, nesta sexta-feira (2).

Com o pico da pandemia para trás, os países estão começando a afrouxar as rédeas da vigilância, testes e vacinação para a doença que já matou mais de 6 milhões de pessoas.

Cerca de 90% da população mundial já tem algum nível de imunidade ao Sars-CoV-2, seja por infecção prévia, seja por vacinação, segundo estimativas da agência global de saúde.

"Estamos muito mais perto de poder dizer que a fase de emergência da pandemia acabou, mas ainda não chegamos lá", disse Tedros a repórteres durante entrevista coletiva.

Publicidade

Os comentários foram feitos no momento em que a China experimenta uma recuperação nas infecções.

A maior flexibilização dos requisitos de testes de Covid-19 e das regras de quarentena em algumas cidades chinesas foi recebida com uma mistura de alívio e preocupação, enquanto centenas de milhões de pessoas aguardam uma mudança nas políticas nacionais de vírus após uma agitação social generalizada.

Publicidade

É encorajador que a China esteja ajustando suas estratégias atuais de controle da Covid-19, disse o diretor de emergências da OMS, Mike Ryan.

Ryan disse que espera que uma estratégia coerente e clara surja na China, "que equilibre o controle do vírus com os meios de subsistência, o bem-estar e os direitos das pessoas".

Publicidade

O diretor-geral também afirmou que "todos nós tivemos que lidar com restrições de movimento, todos nós tivemos que lidar com mudanças em nossa vida, e, francamente, é cansativo, tem sido cansativo para todos nós. Portanto, há frustrações naturais, há problemas naturais com isso, e é muito importante que os governos ouçam seu povo quando o povo está sofrendo".

Veja os sete cuidados com a saúde do adolescente que merecem atenção especial dos pais

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.