Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Risco de doença cardíaca após uso de anabolizantes permanece por anos, revela pesquisa

Estudo dinamarquês mostrou pior fluxo sanguíneo no coração de ex-usuários de testosterona

Saúde|Do R7

Anabolizantes são associados a uma série de problemas de saúde
Anabolizantes são associados a uma série de problemas de saúde Anabolizantes são associados a uma série de problemas de saúde

Um estudo conduzido por pesquisadores do Hospital Nacional da Dinamarca, o Rigshospitalet, revelou que ex-usuários de esteroides (testosterona) permanecem com risco de desenvolver doença cardíaca anos após a interrupção das aplicação dos anabolizantes.

O trabalho, apresentado durante o 25º Congresso Europeu de Endocrinologia, em Istambul, na Turquia, analisou 64 homens saudáveis com idades entre 18 e 50 anos – 28 usuários de esteroides, 22 ex-usuários e 14 que nunca haviam utilizado.

Todos eles foram submetidos a uma tomografia computadorizada por emissão de póistrons com o marcador radioativo Rubidum-82.

Os pesquisadores descobriram, então, que tanto os usuários quanto os ex-usuários tinham um fluxo sanguíneo no coração pior do que os que nunca haviam aplicado esteroides.

Publicidade

"Estudos anteriores mostraram que a função cardíaca quase se normaliza depois que os esteroides anabolizantes são descontinuados, mas nosso estudo sugere que ex-usuários de esteroides anabolizantes correm um risco aumentado de doença cardíaca anos após a interrupção, pois a microcirculação cardíaca – o fluxo sanguíneo através dos menores vasos do coração sistema circulatório – parece persistentemente prejudicado", disse em comunicado a principal autora do estudo, Yeliz Bulut.

Com base nisso, a pesquisadora alerta que "o uso prévio de esteroides anabolizantes pode ser um novo fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares".

Publicidade

No Brasil, o CFM (Conselho Federal de Medicina) proibiu, no mês passado, os médicos de prescreverem anabolizantes para fins estéticos e de melhora do desempenho físico.

"Ela [resolução do CFM] protege a sociedade de uma narrativa que vinha sendo contada de que existe segurança no uso de terapias hormonais para essas finalidades, e em doses supra fisiológicas, o que não é corroborado pelas evidências científicas disponíveis e coloca em risco a vida dos pacientes", disse na ocasião a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia.

Publicidade

Os anabolizantes são hormônios sintéticos que imitam o hormônio sexual natural testosterona.

Eles são associados a uma série de efeitos colaterais, que vão desde disfunção erétil, ginecomastia (aumento das mamas em homens) e calvície até derrame e insuficiência hepática ou renal.

Publicidade

Piora da saúde física e mental

Outro estudo também conduzido pela equipe de Yeliz Bulut mostrou que ex-usuários de esteroides relataram uma piora da saúde física e mental, incluindo cansaço, anos após a interrupção dos anabolizantes.

"Nosso estudo acrescenta ao crescente corpo de literatura que uma qualidade de vida prejudicada em usuários anteriores de esteroides anabolizantes parece persistir anos após a cessação e pode ser causada por abstinência e/ou sintomas de hipogonadismo [deficiência de testosterona] devido a uma queda repentina nos níveis de testosterona no sangue", observou a pesquisadora.

Trabalhos prévios já mostravam que homens apresentavam sintomas de abstinência após o uso de anabolizantes, como depressão e baixa motivação.

Cansado o tempo todo? Saiba se você está ingerindo essas vitaminas e minerais importantes

" gallery_id="643d519d43527ffdd1000512" url_iframe_gallery="noticias.r7.com/saude/risco-de-doenca-cardiaca-apos-uso-de-anabolizantes-permanece-por-anos-revela-pesquisa-13052023"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.