Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Acessos à internet no Brasil caem nas zonas urbanas e aumentam no meio rural

Pesquisa TIC Domicílios 2021 registra um aumento de 6 pontos percentuais do uso da web em propriedades distantes das cidades

Tecnologia e Ciência|Lucas Ferreira, do R7

Acesso à internet diminuiu nas áreas urbanas do Brasil entre 2020 e 2021
Acesso à internet diminuiu nas áreas urbanas do Brasil entre 2020 e 2021 Acesso à internet diminuiu nas áreas urbanas do Brasil entre 2020 e 2021

O Cetic.br (Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação) divulgou nesta terça-feira (21) a pesquisa TIC Domicílios 2021. Segundo o levantamento, o acesso à internet diminuiu no Brasil entre 2020 e 2021 em residências que ficam em zonas urbanas, caindo de 86% para 83%.

Por outro lado, as áreas rurais do país registraram um aumento de seis pontos percentuais no mesmo período, alcançando 71%.

Entre as mais de 21 mil pessoas ouvidas pela pesquisa, 82% tem acesso à internet. As regiões Sudeste (84%), Centro-Oeste (83%) e Sul (83%) tem o maior número de conexões e depois aparecem a região Norte (79%) e, por último, a região Nordeste (77%).

Quando os números são divididos por classes, a desigualdade no acesso à rede fica mais evidente. De acordo com a TIC Domicílios 2021, todas as pessoas ouvidas da classe A têm conexão com a web, enquanto apenas 61% dos respondentes das classes D e E possuem algum tipo de acesso.

Apesar dos 39% de diferença no acesso à internet entre as classes A, D e E em 2021, a desigualdade neste quesito é uma das menores já registradas. Em 2015, o levantamento do Cetic.br constatou que 99% das pessoas da classe A tinham internet, enquanto apenas 16% das pessoas das classes D e E possuíam conexão com o mundo virtual neste mesmo ano.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.