Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Cápsula Orion da Nasa retorna à Terra e encerra o voo Artemis 1 ao redor da Lua

A Orion decolou em 16 de novembro do Centro Espacial Kennedy, em Cabo Canaveral, Flórida, da plataforma Space Launch System (SLS), da Nasa, hoje o foguete mais poderoso do mundo

Tecnologia e Ciência|Do R7

A cápsula Orion mergulhou no oceano na costa da península de Baja Califórnia, no México
A cápsula Orion mergulhou no oceano na costa da península de Baja Califórnia, no México A cápsula Orion mergulhou no oceano na costa da península de Baja Califórnia, no México

A cápsula Orion, da Nasa, atravessou a atmosfera da Terra e caiu no Oceano Pacífico neste domingo, depois de fazer uma viagem sem tripulação ao redor da Lua, encerrando a missão inaugural do programa lunar Artemis da agência americana, 50 anos depois do último pouso da Apollo na Lua.

A cápsula Orion, em forma de bala de goma, transportou uma tripulação simulada de três manequins conectados com sensores e mergulhou no oceano às 14h39 (Brasília), na costa da península da Baja Califórnia, no México, na tentativa de executar uma demonstração-chave de como futuros astronautas retornariam com segurança à Terra.

"Da Base Tranquility a Taurus-Littrow e às águas tranquilas do Pacífico, o capítulo mais recente da jornada da Nasa à Lua chega ao fim. Orion, de volta à Terra", disse Rob Navias, comentarista da Nasa falando em uma transmissão ao vivo.

A aterrissagem encerrou uma missão de 25 dias menos de uma semana depois de passar cerca de 79 milhas (127 km) acima da Lua em um sobrevoo, e ocorreu cerca de duas semanas depois de atingir seu ponto mais distante no espaço, a quase 270 mil milhas (434.500 km) da Terra.

Publicidade

A Orion decolou em 16 de novembro do Centro Espacial Kennedy, em Cabo Canaveral, Flórida, da plataforma de nova geração Space Launch System (SLS), da Nasa, hoje o foguete mais poderoso do mundo e o maior que a Nasa construiu desde o Saturn V na época do Apollo.

A viagem de estreia da SLS-Orion deu início ao programa sucessor do Apollo, Artemis, que busca levar astronautas de volta à superfície da Lua nesta década e estabelecer uma base sustentável no local como um trampolim para a exploração humana de Marte no futuro.

Por coincidência, o retorno à Terra do Artemis 1 aconteceu no 50º aniversário do pouso da Apollo 17 na Lua, com Gene Cernan e Harrison Schmitt, em 11 de dezembro de 1972. Eles foram os últimos dos 12 astronautas da Nasa a pisarem a Lua durante um total de seis missões do Apollo, que começou em 1969.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.