Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Tecnologia e Ciência
Publicidade

Fogo no Museu pode ter sido por balão ou curto-circuito, diz ministro

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, afirmou que o incêndio que destruiu o Museu Nacional neste domingo (2) é uma "tragédia incomensurável

Tecnologia e Ciência|Do R7

Ministro afirmou ainda ser fundamental uma apuração rigorosa em relação às causas do incêndio
Ministro afirmou ainda ser fundamental uma apuração rigorosa em relação às causas do incêndio Ministro afirmou ainda ser fundamental uma apuração rigorosa em relação às causas do incêndio

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, afirmou que o incêndio de grandes proporções que destruiu o Museu Nacional, na zona norte do Rio, na noite deste domingo (2) é uma "tragédia incomensurável". Ao Estado, ele afirmou que há duas possibilidades sobre as causas do incêndio em investigação: o fogo pode ter sido causado por um balão ou por um curto-circuito.

"Parece que o fogo começou por cima, no alto, e foi descendo. O Museu Nacional já estava fechado (na hora do fogo), a brigada de incêndio não estava mais lá e havia apenas quatro vigias. Como o fogo começou em cima e na parte de trás, os vigias demoraram para perceber o incêndio. Quando perceberam, já não era mais possível que fizessem alguma coisa", lamentou Leitão na Rádio Eldorado.

Museu Nacional: Conheça as peças do acervo perdidas no incêndio

O ministro afirmou ainda ser fundamental uma apuração rigorosa em relação às causas do incêndio. Segundo Leitão, parte do acervo que estava fora do Palácio foi preservada. Técnicos estão estimando o que foi possível recuperar.

"É preciso dizer que uma parte do Museu que fica no Horto como a botânica, biblioteca central que tem cerca de 500 mil volumes, parte da coleção de arqueologia e uma parte de coleção de vertebrados foram preservados", explicou Leitão.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.