Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Robô da Nasa acha vestígios de rio gigantesco que já existiu em Marte

Pesquisadores analisam as fotos enviadas por rover que podem representar um salto para a colonização do planeta vermelho

Tecnologia e Ciência|Matheus Borges*, do R7

Pesquisadores da Nasa afirmaram que um enorme rio, com uma correnteza muito forte, fluiu sobre a superfície de Marte em um passado não muito distante. Eles afirmam que as rochas do planeta parecem ter sido formadas por água corrente e, agora, detabem que tipo de rio existia ali.

Libby Ives, uma das cientistas da Nasa responsáveis pela pesquisa, disse que um rio de alta energia havia atravessado a área e que isso pode representar um avanço para a colonização do lugar.

“Tem sido um prazer olhar para rochas em outro planeta e ver processos que são tão familiares”, afirmou Libby.

As primeiras evidências da existência desse curso d'água são as fotos enviadas pelo robô de exploração enviado em 2020, o rover Mars Perseverance. Ele foi enviado para o planeta vermelho com o intúito de entender melhor a geologia do lugar.

Publicidade
Fotos enviadas podem representar um salto para a colonização de Marte
Fotos enviadas podem representar um salto para a colonização de Marte Fotos enviadas podem representar um salto para a colonização de Marte

O equipamento também tem o objetivo de identificar a astrobiologia, ou seja, buscar por sinais de vida microbiana antiga, além do clima local, no presente e no passado.

Essa é a nona missão enviada para Marte, e todas foram feitas com o objetivo de uma futura colonização do planeta. Para isso, porém, são necessários anos de estudos, pesquisas e reconhecimento do planeta como um todo.

Publicidade

*Sob supervisão de Raphael Hakime.

Vida em Marte? Rosto 'alien' é encontrado na superfície do planeta

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.