Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Brasil teve 225 pessoas desaparecidas por dia em 2023, diz Ministério da Justiça

Mapa aponta que 40,9% dos casos se concentraram na região Sudeste, percentual influenciado pelos números do estado de São Paulo

Brasília|Rafaela Soares, do R7, em Brasília

São Paulo teve maior número de desaparecimentos (Tãnia Rêgo/Agência Brasil)

O Mapa da Segurança Pública do MJSP (Ministério da Justiça e Segurança Pública) mostrou que o Brasil registrou em média 225 desaparecimentos por dia em 2023. Foram 82.287 ocorrências no ano passado, um aumento de 2% em relação a 2022, que fechou com 80.675 casos. O relatório mostra que 40,9% dos registros se concentraram na região Sudeste, percentual influenciado pelos números do estado de São Paulo, que teve 18.421 desaparecimentos no ano passado. A região Sul aparece em seguida, com 25,4% do total no país. O menor percentual ficou na Região Norte, com 6% dos casos.

Veja mais

O índice é o terceiro aumento consecutivo do número de desaparecimentos desde 2020. A pasta informou que os estados do Rio de Janeiro, Rondônia e Santa Catarina não enviara dados de 2020, o que pode alterar a análise.

Veja os estados com os maiores aumentos percentuais entre 2022 e 2023:

· Mato Grosso do Sul: 235,95%;

Publicidade

· Paraíba: 48,02%;

· Piauí: 44,03%;

Publicidade

· Acre: 29,12%; e

· Pará: 18,54%.

Publicidade

Perfil

O documento aponta que 63% dos desaparecidos eram do sexo masculino, 36% eram mulheres e em 1% dos casos o sexo não foi informado. A maioria das regiões do país mantém uma proporção semelhante aos índices nacionais. Há exceções como o Ceará, com 71,8% de desaparecimentos do sexo masculino e 28% do sexo feminino. Em Santa Catarina o percentual feminino é superior (51,7% de mulheres e 48,1% de homens.

Na análise sobre a idade, 72% eram maiores de 18 anos e 25% eram menores. “Os números são semelhantes quando analisados em nível estadual, com destaque para Ceará e Piauí, onde os percentuais de desaparecimento de adultos são mais acentuados, chegando a 80%. Por outro lado, o maior percentual de desaparecimentos de menores de idade foi observado em Roraima, onde 42% dos casos envolveram crianças ou adolescentes”, diz o relatório.

Pessoas localizadas

O Ministério da Justiça informou que 52.196 pessoas foram localizadas em 2023, uma média de 143 casos solucionados por dia. O estudo não informa se os casos solucionados se referem apenas aos desaparecidos em 2023 ou se há ocorrência de anos anteriores. O R7 procurou o ministério, mas não recebeu resposta até a publicação desta reportagem. O índice indica um aumento de 14,56% em comparação a 2022, quando 42.562 pessoas foram localizadas.

Do total de pessoas localizadas no ano passado, 45,9% estavam no Sudeste e outros 32,1% no Sul. A maioria dos estados apresentou aumento no número de pessoas localizadas. Foram 19 unidades da federação com mais pessoas localizadas em 2023 do que em 2022, enquanto oito apresentaram queda.

Em relação ao perfil da pessoa encontrada, 59,3% eram homens e 36,2% eram do sexo feminino. O relatório afirma que em 70,2% dos casos as pessoas eram maiores de idade e em 24,4% eram menores.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.