Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Casos de dengue estão em queda ou estáveis em 20 estados, diz ministra da Saúde

Ainda de acordo com Nísia Trindade, outros sete estados apresentam tendência de aumento da doença

Brasília|Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

Doença é transmitida por mosquitos Aedes
Doença é transmitida por mosquitos Aedes Doença é transmitida por mosquitos Aedes (Divulgação/Fiocruz)

O Brasil apresenta 12 estados estáveis, 8 com tendência de queda e 7 com tendência de aumento do número de casos de dengue, informou nesta segunda-feira (8) a ministra da Saúde, Nísia Trindade, durante coletiva de imprensa, realizada no Palácio do Planalto, em Brasília.

"A dengue é uma doença que nunca se manifesta igual em todo o Brasil. Nós começamos com número de casos exponenciais em janeiro, sobretudo na região Centro-Oeste, e hoje temos oito estados com tendências claras de queda: Amazonas, Acre, Espírito Santo, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Piauí e Roraima", disse Nísia.

"12 estados com estabilidade no número de casos: não está crescendo, mas ainda não começou a queda acentuada. São eles: Amapá, Ceará, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Roraima, Rio Grande do Sul e Tocantins. E são 7 estados com tendência de aumento: Alagoas, Bahia, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe", acrescentou.

Recentemente, o Brasil chegou a 1.020 óbitos e 2,671 milhões casos prováveis da doença desde o começo do ano. Outras 1.531 mortes estão sob investigação. Entre 1º de março e 1º de abril, o Brasil teve 665 mortes causadas por dengue, uma média de 20 registros por dia. Segundo o Ministério da Saúde, o número é o maior para março desde 2000, quando a pasta começou a contabilizar os casos.

O Distrito Federal é a unidade da federação com mais óbitos registrados (207), seguido por São Paulo (197), Minas Gerais (154), Paraná (101) e Goiás (88). Somados, essas cinco localidades acumulam 73% do total de mortes. De acordo com Nísia Trindade, apesar da colocação, o DF apresenta tendência de queda.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.