Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Dino diz ter votos suficientes para ser aprovado pelo Senado para a vaga no STF

O ministro da Justiça passou a manhã desta quarta-feira visitando senadores para tratar da sabatina, marcada para 13 de dezembro

Brasília|Do R7, em Brasília

Dino diz ter votos suficientes para ser aprovado
Dino diz ter votos suficientes para ser aprovado Dino diz ter votos suficientes para ser aprovado

Em visita ao Senado nesta quarta-feira (29), o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva à vaga aberta no Supremo Tribunal Federal (STF), disse que tem votos suficientes para ser aprovado na sabatina do Senado.

A declaração foi feita após uma visita ao gabinete da senadora Ivete da Silveira (MDB-SC). Dino estava acompanhado da senadora Eliziane Gama (PSD-MA). 

O ministro da Justiça passou a manhã desta quarta-feira visitando senadores para tratar da sabatina, marcada para 13 de dezembro, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). Dino diz ter "muita tranquilidade" no diálogo com os parlamentares, por ter uma relação próxima do "mundo político".

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

Assine a newsletter R7 em Ponto

“Tenho conversado com vários colegas senadores, visando à sabatina e à submissão feita pelo presidente Lula à CCJ, em seguida ao plenário do Senado. Tenho muita tranquilidade, muita serenidade nesse diálogo, porque apresento sempre dados objetivos e tenho uma relação muito próxima do mundo político, porque faço parte dele”, comentou Dino.

Publicidade

O senador Weverton Rocha (PDT-MA), relator da indicação de Flávio Dino ao STF, calcula que ao menos 50 senadores devem votar a favor do nome indicado pelo presidente. O mínimo necessário é de 41 votos, dos 81 senadores em exercício.

"Em um caso como esse, em que há muita especulação, é importante, de forma tranquila, falar para a sociedade e para a imprensa que irei apresentar o relatório falando dessa sua vida vitoriosa, do pleno saber jurídico que hoje a maioria dos ministros do Supremo que estão tanto no exercício de suas funções ou como aposentado o têm", afirmou o senador.

Senadores da base governista consultados pelo R7, sob reserva, minimizaram a possibilidade de uma nova derrota do Palácio do Planalto no plenário do Senado. O grupo acredita que Lula não indicaria Dino ao cargo caso houvesse a possibilidade de rejeição.

O presidente Lula afirmou nesta quarta-feira, na Arábia Saudita, que Flávio Dino e Paulo Gonet “eram as melhores pessoas” para a indicação às vagas no Supremo Tribunal Federal (STF) e no comando da Procuradoria-Geral da República (PGR). 

Lula disse que indicou os nomes agora para que o Senado tivesse tempo de analisar e fazer o debate com Dino e Gonet antes do encerramento das atividades no Congresso. Caso o ministro Flávio Dino receba o sinal verde dos senadores, ele assume a vaga no STF aberta com a aposentadoria de Rosa Weber, ocorrida no fim de setembro. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.