Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Governo suspende publicidade na rede social X após embate entre Elon Musk e Alexandre de Moraes

De janeiro a abril ‚Executivo destinou R$ 654 mil à plataforma, para impulsionar ações de comunicação; medida não tem prazo para acabar

Brasília|Do R7, em Brasília, com informações da Agência Estado

Musk fez críticas a Alexandre de Moraes e Lula TNH1_https://www.tnh1.com.br/noticia/nid/pagina-virada-diz-barroso-sobre-declaracoes-de-musk-contra-moraes/

O governo federal suspendeu nesta sexta-feira (12) a formalização de novos contratos de publicidade no X (antigo Twitter). A decisão ocorre após o dono da plataforma, o bilionário Elon Musk, usar a rede social para criticar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes. A medida não tem prazo para terminar.

O governo sustenta que a suspensão foi baseada em uma norma da Secom (Secretaria de Comunicação Social) que restringe a veiculação de anúncios governamentais em canais que promovem desinformações.

A medida estará vigente até que o Planalto decida sobre um possível embargo permanente à plataforma de Musk.

Entre janeiro e abril deste ano, o governo federal destinou R$ 654 mil para a rede social com o objetivo de impulsionar “publicações de utilidade pública” e ações de comunicação institucional. Os gastos foram realizados por seis ministérios e pela Presidência da República.

Publicidade

As pastas firmaram 95 contratos, de acordo com os dados disponíveis no Portal da Transparência. A Secom foi a recordista de repasses à rede social de Musk. Foram destinados mais de R$ 263 mil à plataforma por meio de 37 contratos desde o início do governo, em janeiro do ano passado.

Musk chamou Moraes de ‘ditador’

No último sábado (6), Musk utilizou a sua rede social para acusar Moraes de infringir a Constituição brasileira e promover a censura em decisões judiciais. No domingo (7), o bilionário disse que o ministro do STF deveria renunciar à sua cadeira na Corte ou sofrer um impeachment.

Publicidade

Em resposta, Moraes incluiu o empresário como investigado no inquérito das milícias digitais por “dolosa instrumentalização” do X. Nessa segunda-feira (8), o empresário atacou o ministro novamente, chamando-o de “ditador” e afirmando que ele teria Lula “na coleira”.

Lula reagiu às críticas de Musk e alfinetou o empresário indiretamente em dois eventos do governo federal. Nessa terça (9), ele disse que o dono do X deveria usar o seu dinheiro para “ajudar a preservar” o meio ambiente. Nessa quarta (10), o presidente chamou o bilionário de “empresário americano que nunca produziu um pé de capim” no Brasil.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.