Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ibaneis Rocha decreta o 1° domingo de dezembro como o Dia Oficial de Plantio de Mudas no DF

O anúncio foi feito nesta quarta-feira; governador assinou diversos atos em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente

Brasília|Fabíola Souza, do R7, em Brasília

Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.
Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha. Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) anunciou nesta quarta-feira (7) uma série de medidas em prol do meio ambiente no Distrito Federal. Entre elas, a assinatura do decreto que dispõe sobre a criação e inclusão no calendário oficial de eventos da cidade o 1º domingo de dezembro como o dia de plantio de mudas nativas do cerrado. A proposta é que sejam plantadas um milhão de árvores do cerrado por ano no DF. As medidas foram assinadas na semana em que se comemora o Dia do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho,

O governador também assinou o decreto que regulamenta a política de resíduos sólidos de logística reversa de embalagens, e o decreto que aprimora e amplia o uso público dos parques e unidades de conservação distritais.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Ibaneis anunciou também a criação do Comitê Gestor Consultivo de Trilhas do DF, e a finalização da obra da primeira Usina Pública de geração de energia limpa (fotovoltaica) no parque ecológico de Águas Claras. Além disso, foi assinado o Contrato de Concessão entre Agência Reguladora de águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa) e a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) para prestação do serviço público de drenagem e manejo de águas pluviais urbanas no DF. Os decretos serão publicados no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) nos próximos dias.

"Houve uma preoucupação nossa desde o início do governo, em 2019, no sentido de trazermos para o Distrito Federal todas as condições de sustentabilidade", explicou Ibaneis em seu discurso. Ainda segundo o governador, está em construção um sistema de drenagem que promete acabar com as inundações em Brasília, principalmente na Asa Norte, com investimento de mais de R$ 200 milhões. "Hoje temos uma cidade que tem essa pegada ambiental muito forte", disse o chefe do Executivo local.

Publicidade

Ibaneis prometeu a construção de um 'Museu das Águas', que será um memorial para mostrar a importância do cerrado e dos dez mil mananciais que o Distrito Federal contempla.

Segundo o presidente da Adasa, Raimundo Ribeiro, o contrato de prestação do serviço público de drenagem e manejo de águas pluviais urbanas no DF representa uma mudança de mentalidade, pois de acordo com o dirigente, a drenagem era tratada como reativa e não preventiva. "O resultado todos nós conhecemos, são as tragédias anunciadas que todo ano a gente é obrigado a ver estampado nos jornais", declarou Ribeiro. "Este é o primeiro contrato celebrado com essa finalidade no Brasil. E depois de dez anos de tratativas, nós encontramos neste governo a determinação para que as 'coisas' acontecessem", apontou o presidente da Adasa. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.