Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Lula diz que Nísia Trindade fica no Ministério da Saúde até 'quando eu quiser'

Cargo da ministra tem sido cobiçado pelo centrão desde o mês passado, mas presidente garante que não vai tirá-la do governo

Brasília|Augusto Fernandes, do R7, em Brasília

Cargo de Nísia Trindade é cobiçado pelo centrão
Cargo de Nísia Trindade é cobiçado pelo centrão Cargo de Nísia Trindade é cobiçado pelo centrão

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quarta-feira (5) que a ministra da Saúde, Nísia Trindade, vai permanecer à frente da pasta "até quando eu quiser". Desde o mês passado, o cargo dela tem sido cobiçado por partidos do centrão. Lula, no entanto, afirmou que cabe a ele decidir quem comanda a pasta.

"Li uma matéria em um jornal, de que tinha alguém reivindicando o Ministério da Saúde. Fiz questão de ligar para a Nísia, porque eu ia viajar para fora do Brasil, e disse: 'Nísia, vá dormir e acorde tranquila, porque o Ministério da Saúde é do Lula. Foi escolhido por mim e ficará até quando eu quiser'", disse o presidente em cerimônia da 17ª edição da Conferência Nacional de Saúde.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Lula elogiou o trabalho de Nísia à frente da Saúde. “Tenho certeza de que poucas vezes na vida a gente teve chance de ter uma mulher no Ministério da Saúde para cuidar do povo com o coração. Tive muita sorte com meus ex-ministros, mas precisou uma mulher para fazer mais e melhor do que todos nós”, declarou.

Ministros saem em defesa de Nísia

No domingo (2), também durante a 17ª Conferência Nacional de Saúde, diversos ministros do governo saíram em defesa da permanência de Nísia à frente da Saúde.

Publicidade

"Minha parceira de governo, Nísia Trindade. Que mulher corajosa, forte, capaz de implementar e garantir o SUS neste país. Queremos Nísia Trindade, porque precisamos do SUS, de vida, de dignidade", afirmou a ministra das Mulheres, Aparecida Gonçalves. "Companheira Nísia, fiz questão de vir aqui trazer um abraço para você e dizer que conte conosco, estamos juntos, para valer", disse Luiz Marinho, do Trabalho e Previdência.

Em outro momento da conferência, Nísia foi elogiada também pela ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva. "Não poderia deixar de dar meu abraço especial nessa mulher competente, corajosa, doutora, cientista social. Uma mulher que já presidiu a Fiocruz, que tem pesquisas importantes, que é, sobretudo, alguém que se firma pela capacidade de liderança, pela competência e pelo compromisso que tem com a ciência e com a vida", ressaltou.

Posse

Nísia foi empossada como ministra da Saúde em 2 de janeiro deste ano, tornando-se a primeira mulher a chefiar a pasta. A ministra também foi a primeira mulher a presidir a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), instituição histórica em ciência e tecnologia e referência internacional, entre 2017 e 2022. Ela é doutora em sociologia, mestre em ciência política pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (Iuperj, atual Iesp) e graduada em ciências sociais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.