Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Moraes autoriza homem que ameaçou ministros do STF a trabalhar na prisão

Ivan Rejane Pinto foi preso em 22 de julho pela Polícia Federal; a PGR não se opôs ao pedido da defesa do suspeito

Brasília|Gabriela Coelho, do R7, em Brasília

Influenciador está preso por ameaça
Influenciador está preso por ameaça Influenciador está preso por ameaça

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o presídio onde está Ivan Rejane Fonte Boa Pinto autorize a ele um trabalho interno. O influenciador foi detido por ter ameaçado ministros da Corte nas redes sociais. "A Lei de Execuções Penais constitui direito do preso atribuição de trabalho e sua remuneração, aplicando-se, inclusive, ao preso provisório. Não há, portanto, óbice ao deferimento do pedido formulado para executar trabalho interno na unidade prisional onde se encontra custodiado", disse Moraes.

No início de agosto, a Procuradoria-Geral da República (PGR) disse que não se opõe ao pedido da defesa do preso para trabalhar na unidade prisional onde está detido. Na manifestação, a PGR disse que já se manifestou em diversas oportunidades pela revogação da prisão, sob os fundamentos de excesso de prazo e ausência de requisitos legais autorizadores.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Ivan foi preso pela Polícia Federal em 22 de julho, em Belo Horizonte, por decisão de Alexandre de Moraes. Na semana passada, o ministro manteve a prisão preventiva dele. 

O ministro também determinou à Polícia Federal, no prazo de 30 dias, que apresente o relatório final e conclusivo da investigação.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.