Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

No DF, metade dos casos de lesão por esforço repetitivo dos últimos 9 anos foram registrados em 2023

Secretaria de Saúde recebeu 691 notificações no ano passado das 1.356 registradas desde 2014

Brasília|Rafaela Soares, do R7, em Brasília

Em nove anos, DF registrou 1.356 casos
Em nove anos, DF registrou 1.356 casos Em nove anos, DF registrou 1.356 casos (Alexandre Álvares/Agência Saúde-DF)

Dados da SES-DF (Secretaria de Saúde do Distrito Federal) mostram que 50,95% dos diagnósticos de LER (Lesões por Esforços Repetitivos) dos últimos nove anos foram notificados no ano passado. Segundo o Informe Epidemiológico em Saúde do Trabalhador, a rede pública registrou 691 casos em 2023 dos 1.356 comunicados a partir de 2014. O documento informa que a maioria dos casos ocorreu em trabalhadores do sexo masculino entre 30 e 39 anos e trabalhadoras ente 40 e 49 anos (veja mais detalhes abaixo).

Segundo a pasta, os principais sintomas deste tipo de lesão são dores crônicas, fadiga muscular e formigamento. As áreas mais afetadas são o pescoço, coluna vertebral e escápulas. "As LERs são preveníveis e merecem atenção pelo risco de gerar incapacidade permanente", diz o informe.

As principais ocupações nas notificações em 2023 foram:

1- Trabalhadores de estruturas de alvenaria;

Continua após a publicidade

2- Trabalhadores dos serviços domésticos em geral;

3- Operadores do comércio em lojas e mercados;

Continua após a publicidade

4- Ajudantes de obras civis;

5- Cozinheiros;

Continua após a publicidade

6- Magarefes (abate de bovinos, bubalinos, suínos, ovinos, caprinos e aves);

7- Trabalhadores nos serviços de coleta de resíduos, de limpeza e conservação de áreas públicas;

8- Caixas e bilheteiros (exceto caixa de banco);

9- Trabalhadores no atendimento em estabelecimentos de serviços de alimentação, bebidas e hotelaria;

10- Trabalhadores de apoio à agricultura.

O diagnóstico é feito a partir da análise do histórico do paciente, além da área de ocupação. A pasta alerta que alguns fatores podem aumentar o risco de aparecimento de lesões.

São elas:

- Exposição a elementos químicos;

- Alto ritmo de trabalho;

- alta demanda de serviço;

- Iluminação, acústica e temperatura;

- Posição de trabalho (trabalhador que passa muitas horas sentado, por exemplo);

- Movimentos repetitivos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.