Brasília PGR quer que pedido para bloquear perfis de Nikolas Ferreira saia das mãos de Alexandre de Moraes

PGR quer que pedido para bloquear perfis de Nikolas Ferreira saia das mãos de Alexandre de Moraes

Na manifestação enviada ao STF, subprocurador-geral da República defende o envio da solicitação ao ministro André Mendonça

  • Brasília | Gabriela Coelho, do R7, em Brasília

Deputado Nikolas Ferreira (PL-MG); ele criticou mulheres trans durante discurso na Câmara

Deputado Nikolas Ferreira (PL-MG); ele criticou mulheres trans durante discurso na Câmara

Nikolas Ferreira/Divulgação

A Procuradoria-Geral da República (PGR) enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma manifestação na qual pede que a ação para suspender os perfis das redes sociais do deputado Nikolas Ferreira (PL-MG) saia das mãos do ministro Alexandre de Moraes e seja enviada ao ministro André Mendonça.

Na manifestação, o subprocurador-geral da República Carlos Frederico disse que o caso deve ser analisado por Mendonça porque ele relata ações semelhantes e também as que investigam o parlamentar por discurso transfóbico na Câmara dos Deputados.

Atualmente, o pedido em questão tramita dentro do inquérito que apura se autoridades foram omissas nos atos extremistas de 8 de janeiro. O subprocurador argumentou que não há conexão entre as condutas do deputado federal e os protestos que resultaram na depredação dos prédios dos Três Poderes, em Brasília.

"Os fatos apresentados pela peticionante não guardam relação com o objeto dos presentes autos. Por todo o exposto, o Ministério Público Federal manifesta-se pelo desentranhamento da presente petição, para efeito de distribuição por prevenção ao Ministro André Mendonça, nos termos do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal", disse Frederico. 

Últimas