Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

PMDF dá Medalha Tiradentes, a mais alta da corporação, para o ex-interventor federal no DF

O secretário-executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli, foi condecorado por, Ibaneis Rocha, na tarde desta quinta-feira

Brasília|Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Ricardo Cappelli, Ibaneis Rocha e coronel Klepter Rosa
Ricardo Cappelli, Ibaneis Rocha e coronel Klepter Rosa Ricardo Cappelli, Ibaneis Rocha e coronel Klepter Rosa

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), condecorou o secretário-executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli, com a medalha Tiradentes. Cappelli foi interventor federal na capital e chefiou a Secretaria de Segurança Pública após os ataques de 8 de janeiro, quando manifestantes invadiram e depredaram as sedes dos Três Poderes.

Além de Cappelli, foram homenageados, ainda, o procurador-geral de Justiça do DF, Georges Seigneur, o presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, o desembargador Cruz Macedo, o deputado federal Gilvan Máximo (Republicanos), o secretário da Secretaria da Família e da Juventude, Rodrigo Delmasso, o secretário de Relações Institucionais do DF, Agaciel Maia, a Secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, além de militares da PM e de outras corporações. 

A medalha é a mais alta condecoração da Polícia Militar do DF, e o atual comandante da PMDF, coronel Klepter Rosa, foi ajudante de primeira hora do interventor após os eventos de 8 de janeiro. A cerimônia aconteceu no Colégio Tiradentes, no Setor Policial Sul, no fim da tarde desta quinta-feira (25). 

Leia também

"Pra mim, é uma grande honra receber a mais alta comenda da Polícia Militar do Distrito Federal. O erro de alguns não pode, de forma alguma, macular a imagem de uma instituição bicentenária com milhares de serviços prestados à nação", afirmou Cappelli.

Continua após a publicidade

O Secretário de Segurança do DF, Sandro Avelar destacou que Cappelli foi "muito equilibrado como interventor". "O respeito com que ele tratou as instituições é o respeito que elas efetivamente merecem. São instituições acostumadas a enfrentar situações sérias e que só instituições do DF enfrentam", disse.

Avelar também falou da importância do Fundo Constitucional do DF para financiar Segurança Pública da capital. Ele destacou que a PM tem o contingente deslocado para fazer a segurança de manifestações, muitas vezes, com contingentes deslocados de outras regiões do DF. 

"O Congresso Nacional tem que entender que as forças de segurança de Brasília, muitas vezes se dedicam a questões que são nacionais. Diferentemente de qualquer outra polícia de diversos estados. É preciso sensibilidade. A situação daqui é diferente. As polícias daqui fazem a proteção dos diplomatas, atendem manifestações de âmbito nacional com milhares de pessoas do Brasil inteiro. É preciso reconhecer isso, respeitar isso, e isso, evidentemente, envolve o Fundo Constitucional", destacou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.