Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

População em situação de rua cresce dez vezes em uma década, diz Ipea; total é de quase 200 mil

Estudo estima que existissem 198.101 pessoas nessas condições no país em 2022, contra 21.934 em 2013

Brasília|Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

Em uma década, população de rua cresceu dez vezes
Em uma década, população de rua cresceu dez vezes Em uma década, população de rua cresceu dez vezes

A população em situação de rua cresceu quase dez vezes em uma década, de acordo com um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Segundo a publicação, estima-se que existissem 198.101 pessoas em situação de rua no país em 2022, contra 21.934 em 2013. O crescimento acompanha o aumento dos registros do CadÚnico, segundo os pesquisadores.

Erramos: Esta reportagem foi originalmente publicada com dados do Ipea desatualizados. O texto foi corrigido às 16h58.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto

Publicidade

O CadÚnico é um instrumento coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social, Família e Combate à Fome cujo objetivo é identificar e caracterizar as famílias de baixa renda. Trata-se de um pré-requisito para a participação em programas sociais do governo, como o Bolsa Família, e em serviços disponibilizados pela União.

"Nota-se que o CadÚnico serve não apenas como passaporte para políticas sociais, mas também como instrumento estratégico de diagnóstico, uma vez que permite a tabulação e atualização contínua das características socioeconômicas dos públicos nele incluídos, como escolaridade, localização geográfica, raça, cor etc.", afirma o autor do estudo, o pesquisador Marco Antônio Carvalho Natalino.

Publicidade

"O planejamento de ofertas de serviços públicos, incluindo as dotações orçamentárias, as alocações de recursos humanos, a construção de novos espaços de acolhimento, acaba correndo atrás de uma realidade que segue em expansão e que demanda cada vez maior atenção, sob risco de grave violação de direitos básicos de cidadania", ressalta o pesquisador do Ipea.

" gallery_id="645a8f0dca90849fae0001ee" url_iframe_gallery="noticias.r7.com/brasilia/populacao-em-situacao-de-rua-cresce-dez-vezes-em-uma-decada-diz-ipea-total-e-de-quase-200-mil-11122023"]

Carvalho acrescenta que o mesmo vale para outros "braços" do Poder Público junto à população. "A atuação das defensorias, dos órgãos emissores de documentos civis e das atividades de zeladoria urbana. Rever tal estado de coisas, ou mesmo desacelerar a atual tendência de crescimento, é um desafio imenso, mas também um imperativo inescapável, que passa necessariamente pela política habitacional."

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.