Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

PT vende ingressos de até R$ 20 mil para festejar aniversário de 44 anos

Agenda vai contar com participação da primeira-dama, Rosângela da Silva, mais conhecida como Janja, e de ministros de Lula

Brasília|Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

Primeira-dama, Janja vai participar do jantar do PT
Primeira-dama, Janja vai participar do jantar do PT Primeira-dama, Janja vai participar do jantar do PT (José Cruz/Agência Brasil)

O PT, partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, vai promover um jantar de aniversário em comemoração aos 44 anos da legenda, em 20 de março, em Brasília. A agenda vai contar com a participação da primeira-dama, Rosângela da Silva, mais conhecida como Janja, e de ministros do governo. Os ingressos são vendidos ao custo de R$ 350, R$ 5 mil e R$ 20 mil. 

"Vai ser um belo momento de confraternização, de celebração dos 44 anos desse partido gigante que é o PT, e também de reafirmação dos nossos compromissos com o povo brasileiro. O PT sofreu uma verdadeira cassada, mas mostrou toda sua força e resiliência. Estamos mais vivos e fortes que nunca, na defesa da democracia, da paz mundial e pelo fim da fome", disse a secretária nacional de Finanças e Planejamento do PT, Gleide Andrade, em nota divulgada pela legenda.

Segundo o PT, o lema da festa será "Em cada canto, um Brasil mais feliz". A primeira-dama tem ajudado na organização e na programação cultural do jantar. As atrações ainda serão divulgadas. A sigla destacou que Lula foi convidado para a agenda, mas ainda não confirmou presença. 

O aniversário do PT é em 10 de fevereiro. Neste ano, Lula usou as redes sociais para comemorar o aniversário de 44 anos. No texto, o petista defendeu que a militância da legenda "volte às raízes" e que se empenhe em vencer os desafios das redes sociais no combate às fake news. "Temos que avançar ainda mais, mas sem esquecer de onde viemos", escreveu o chefe do Executivo na ocasião.

Leia também

"Retornar às nossas raízes, ao mesmo tempo, em que nos renovamos para vencer novos desafios da era digital. É preciso percorrer de novo o Brasil, ocupar as ruas, conversar com as pessoas nos bairros, igrejas, locais de trabalho, movimentos sociais, universidades. Jamais perder de vista a sabedoria do povo brasileiro. Mas é preciso também promover o debate nas redes sociais. Combater o ódio, a desinformação e as fake news", disse Lula.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.